livrostags

28 de fevereiro de 2014
“Roubei” no pinterest :p

Oi pessoal!
Hoje vim responder uma tag literária super bacana que vi lá no blog Refúgio (aliás, é um blog muito bom, vale a pena fazer uma visitinha!)… vamos lá?

1. Diabetes: Um livro muito doce
O amor está com pressa, de Jorge Miguel Marinho
É um livro infanto-juvenil que tem 3 histórias pequenas sobre as descobertas do amor… acho simplesmente delicioso, levinho, docinho… apaixonante!

2. Catapora: Um livro que você pegou e nunca mais vai pegar de novo
Manuelzão e Miguilim, ou Campos Gerais, de João Guimarães Rosa
Sinto pessoas me fuzilando agora por colocar um clássico da literatura Brasileira nessa resposta, mas a verdade é que precisei ler o livro para a prova do Coltec e sofri pra isso! Não consegui me envolver com a história nem mesmo por um segundo, achei cansativa pois não tem um ponto alto da história… o livro fala sobre… nada além do dia-a-dia de um menino.

3. Ciclo menstrual (isso é doença? O.o kkk): Um livro que você relê constantemente
O Pequeno Principe, de Antoine de Saint-Exupéry. Ou A mocinha do mercado central, de Stella Maris Rezende
Não consigo escolher um… o primeiro já falei várias vezes no blog. O segundo foi o livro pedido para a prova do Cefet, e li ele 5 vezes antes da prova, e já 2 depois dela… a história é deliciosa, e o jeitinho da autora escrever é cativante!

4. Gripe: Um livro que se espalhou como vírus
A culpa é das estrelas, de John Green.
Preciso falar algo? kkkk é o “livro modinha” da vez, e estou terminando de ler… a história é bonita, mas tenho outro livro do John Green (Quem é você, Alasca?) que me envolveu mais, e se fosse eu quem “espalhasse livros como vírus” por aí, espalharia ele.  

5. Asma: Um livro que tirou seu folego 
A Garota da Capa Vermelha de Sarah Blakley-Cartwright.
Já falei várias vezes aqui no blog dessa versão um pouco mais “sombria” de Chapeuzinho Vermelho. Não sei explicar muito bem o porquê, mas quando fala de “um livro que tirou meu fôlego” penso logo nele.

6. Insonia: Um livro que te tirou o sono
As Vantagens de ser invisível, de Stephen Chbosky. 
Sabe aquela história de “vou ler um pouquinho e depois dormir”, e quando você percebe já amanheceu e você terminou o livro? Fui assim com As vantagens de ser invisível.

7. Amnésia: Um livro que você leu mas não se lembra muito bem
À primeira Vista, de Nicholas Sparks. 
Lembro de não ter gostado muito desse livro, mas não consigo me lembrar de quase nada da história.

8. Doenças de viagem: Um livro que te leva pra outra época/ mundo/ lugar
As cronicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin. 
Bom, ok que terminei o 1º livro hoje, mas imagino que os outros não sejam diferentes neste aspecto. Sempre que pego pra ler A Guerra dos Tronos parece que eu me teletransporto pra dentro do livro.

É isso pessoal! Gostaram da TAG? E quais são as doenças literárias de vocês? Me contem!
Assim como peguei a tag livremente, deixo livre pra quem quiser também! E se alguém responder, deixa o link pra eu dar uma olhada, ok?

Beijos,
Até a próxima!

Você também vai gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 Comments