fotografia

12 de novembro de 2015

_DSC0050Quando o Sol já se pôs e a luz não é nada favorável, mas seu olhar capta imagens com uma intensidade que diz: Fotografe! Fotografe! É, o que resta é ouvi-lo… Mesmo sabendo que seriam fotografias cheias de ruído. Mesmo sabendo que me fariam passar raiva na hora da edição. Mesmo sabendo que a cada 10 fotos, só uma não iria parecer um borrão de luz em meio ao nada. E então, fiz: tirei a câmera da mochila e me encantei, de certa forma, com o resultado. As cidades históricas sempre me deram uma sensaçãozinha de mistério, de medo… as igrejas sempre me pareceram sombrias. Fiquei feliz de conseguir mostrar pelo menos um pouquinho disso nas minhas fotos.   _DSC0055

_DSC0060_DSC0054

_DSC0061_DSC0058

_DSC0069E deixei por último as minhas duas fotos favoritas… Aquelas que a gente fica todo contente de ter tirado, sabe?  

_DSC0073

_DSC0065

Essa última foi definitivamente a que mais gostei. As flores lá atrás me deixaram muito feliz hahahah.. E vocês, também tem essa sensação com cidades históricas? Gostaram das fotos? Me contem!

Você também vai gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 Comments

  • Nicolle Por Deus

    Meniiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiina do céu, suas fotos me arrepiaram muito o_o Que LOUCO caminhar por essas ruas nessa atmosfera sombria, como você mesma colocou.

    Tenho o costume de imaginar histórias quando vejo fotos de locais e as suas, com toda a certeza, fizeram com que algumas cenas pipocassem na minha cabeça. Repetindo o que coloquei no facebook: que bom que você fotografou esses cantinhos!

    • Laura

      Hahahah, que delícia conseguir causar alguma sensação assim com minhas fotos <3
      É, dá sim pra imaginar muitas histórias com esses lugares heheheh
      Muito obrigada!
      Beijos!

  • Letícia Aranha

    Eu fui aprendendo a admirar Minas, sua terra e sua gente bem de pouquinho em pouquinho e hoje eu sou só amores. Não preciso de muito para me apaixonar, é só falar que é daí, é só ler BH, é só ouvir esse sotaque delícia de vocês. <3
    E foi só ver seu link na Liga Blogesfera que eu vim correndo conferir porque, só tem uma coisa que eu posso amar mais do que BH e pão de queijo, que são as cidades do interior! (pena que conheço tão pouco)

    Sobre as fotos, são fantásticas! Você está de parabéns! A última é linda e merece mesmo o posto de xodó, mas eu adorei a antepenúltima também. O que eu mais curti foi essa aura de mistério que as cidades de interior, com sua arquitetura histórica preservada possuem, e que você conseguiu capturar muito bem. Mas não, não tenho medo. Fiquei me imaginando vagando por essas vielas em tempos perdidos!
    huahuahuahuaha
    By the way, que cidade é essa? Quem sabe eu não visito da próxima vez que for pra Minas? 😀

    Beijos!

    • Laura

      Hahahah, eu meio que amo Minas desde que me entendo por gente…
      Eu também gosto bem mais dessas cidades do interior que de BH… e pão de queijo ❤
      Muito obrigada! Eu não chego a ter medo realmente, é só uma sensaçãozinha gostosa sabe? Penso em todas as histórias que rondam essas cidades e dá uma emoção deliciosa!
      A maioria das fotos é de Sabará, e uma delas (a igreja em Preto e Branco) é uma cidadezinha bem pequena que agora nem lembro o nome 🙁 Hahahah…
      Beijos, obrigada pela visita!

  • K A H

    Igrejas tb sempre me passam essa sensação de sombrias, engraçado, né? Haha essas cidades históricas são muito amor, saudade de visitar alguma. Amei a primeira foto 🙂 Beijos!

  • Clara

    Laura, adorei as fotos. Eu amo cidades históricas, e igrejas com esse tipo de arquitetura. Me faz pensar em Olinda cidade do meu pai, que meu pai nasceu e que eu adoro. Se eu adoraria poder fotografar um casamento em uma dessas igrejas, acho sensacional. De verdade. É onde esse lugar ?
    Não tenhas medo de tirar foto a noite porque vai ficar com ruído, suas fotos são tão sensacionais, com ruído ou sem, e para falar eu até gosto de ruído, deixa com carinha de fotinho analógica, uma coisa meio sombria como você mesmo falou ali em cima. E toda vez que estiver inspirada é para fotografar mesmo. É tão bonito, porque essas fotos ficam guardadas a uma memória afetiva. Adorei.

    • Laura

      Muito obrigada, Clara ❤
      Eu não consigo pensar em casar em uma igreja dessas, sério hahahah… eu realmente não me sinto bem nelas, parece que há todo um peso do passado em meio às suas paredes, não sei. Mas isso não as torna menos bonitas pra mim. Essas são de Sabará, aqui em Minas… pertinho de BH.
      Muito obrigada, mesmo!
      Beijos

  • Luanna Lima

    A foto antes do texto e a primeira depois dele, o que são? Que obras de arte são essas? Estão lindas, sério! E um pedacinho assim, histórico, tem um lugar muito bem guardado no meu coração. Não é só Ouro Preto e Mariana mas ruas de pedras, Igrejas com arquiteturas maravilhosas que não se vê em qualquer lugar são de tirar o fôlego né? Minas, MINAS é de tirar o fôlego.

    • Laura

      Haahah, pois é Lua… eu confesso inclusive que gosto muito mais das cidades pequenas com arquitetura histórica… Uma cidadezinha que chama Caldas Novas eu acho, se não me engano, por exemplo… Minas é de tirar o fôlego sim, em muitos pontos ❤