21 11 2016

Uma semana em Delfinópolis -Pt 1

Delfinópolis

Dia 9 desse mês saí de casa no meio da tarde e fui pro sítio também conhecido como casa-do-namorado. De lá, saímos 01:00 da manhã com os pais dele e um amigo rumo à Delfinópolis, uma cidadezinha a mais ou menos 400km de Belo Horizonte. Foram umas 7 horas de carro (até chuva na estrada pegamos) e mais alguns minutos na balsa e finalmente chegamos ao nosso destino: a casa do Luiz, um amigo da família do namorado e que eu conheço desde pequena também.

Delfinópolis é uma cidade pequenininha, com não mais que 8 mil habitantes, e bem próxima à famosa Serra da Canastra. Assim que chegamos, enquanto ainda atravessávamos a represa na balsa, já fiquei encantada com a sensação de que dá pra ver o mundo ser redondo. Acho que tô muito acostumada com BH e a região metropolitana – por aqui, se não são os prédios que tampam a vista, são os morros. A foto da galinha guiando os pintinhos tá aqui porque achei eles absurdamente simpáticos e não consegui colocar em outro lugar do post.

_DSC0067
_DSC0101

Logo que chegamos, fomos recebidos pelo Luiz, a Vanessa e 9 cachorrinhos: a Mel, o Black e 7 filhotinhos da Mel que estavam completando 2 meses… Gente, é MUITO cachorrinho, MUITA fofura, MUITA vontade de esmagar! A Vanessa contou pra gente que a Mel teve 10 filhotinhos de uma vez, mas alguns dele já tinham sido doados. Ainda chegamos a tempo de vê-los devorar um filhote de capivara que a Mel caçou e trouxe pra eles! (Boatos de que tem uma Laura no meio desses doguinhos aí)  _DSC0085
_DSC0108
_DSC0383

Assim que chegamos fomos tomar café,  e até eu que não sou de comer muito de manhã me esbaldei nesse primeiro dia: leite recém tirado da vaca, suco de maracujá feito com maracujás de lá e sem aquela quantidade absurda de agrotóxicos, pão de queijo feito por eles, frutas de lá… Aquela cara bem de café da manhã da roça aqui em Minas mesmo! Fiquei boba com uma fruta que nunca tinha comido tirada do pé na hora e também sem os agrotóxicos todos: Morango! O gosto e a textura são bem diferentes. Achei esse tãaaao fofinho que tive que tirar uma foto antes de comer! O abacaxi, que é uma das minhas frutas favoritas, também tem um gosto super diferente e gostoso, amei!

_DSC0054

Pouco depois de tomar café, eu e João fomos armar a barraca que seria nossa “casa” por uma semana se a chuva não tivesse nos expulsado de lá antes – mas sobre a chuva eu falo depois. Estávamos todos muito cansados da viagem e o calor estava de matar… Ficamos a tarde inteira na varanda da casa com essa vista linda comendo, conversando, tomando uns banhos de ducha pra refrescar e esperando o sol abaixar um pouquinho pra ir pra represa… Quando voltamos, ainda deu tempo de pegar um pôr-do-Sol maravilhoso!

_DSC0005
_DSC0010
_DSC0025

No segundo dia fomos acordados bem cedo pelo Sol esquentando nossa barraca – Só aí descobrimos que não tínhamos escolhido um bom lugar, porque o ÚNICO Sol que pegava era o primeiro do dia, bem cedinho, quando queríamos dormir – mais tarde também descobrimos que tínhamos colocado o forro da barraca virado ao avesso, formando uma espécie de forno dentro dela hahahah… dos problemas de viajar pela primeira vez com uma barraca diferente. Foi mais um dia de muito calor, banhos de ducha, comidas gostosas… Depois do almoço fomos pra cidade fazer compras pra semana e conheci um pouquinho da cidade que tem bem cara de interior mesmo – pracinha, igreja, muitos bares, padaria. Pouco depois que voltamos pra casa, a chuva começou. E  não parou nunca mais.

_DSC0152
_DSC0182(Reparem que da varanda você vê lá longe… com a chuva, não dava pra ver nada!)

A chuva estragou alguns dos planos – de ir pra serra da canastra, em alguma cachoeira e tals. Os dias então foram de preguicinha, comendo muitas coisas gostosas, vendo filmes, amassando os cachorrinhos, conversando, jogando com a Beatriz e a Sofia, filhas do Luiz e da Vanessa – sempre adorei jogar adedanha, então achei ótimo! Também jogamos Quest que eu não conhecia, mas achei super legal. O João fez um hambúrguer deliciooooooso e eu fiz um doce com chocolate, sorvete e maracujá de lá que amei também! Aaah, e ainda no segundo dia esse gatinho FOFÍSSIMO chegou lá, muito assustado e sem nem conseguir comer… Eu e Sofia demos leite no conta gotas pra ele por dois dias e depois ele já começou a ficar melhor, conseguiu comer e começou a explorar toda a casa, hahah! Ele é tão filhote (está em cima de um tijolo na foto!) que não dá pra saber ainda se é macho ou fêmea, então ainda não tem nome.
_DSC0145
_DSC0196

Juro que tentei resumir pra caber tudo num post, mas querer resumir uma semana incrível em poucos parágrafos é demais, né? Sem contar nas muitas fotos que queria mostrar, então… Em breve volto pra contar um pouquinho mais sobre a viagem e mostrar mais fotos incríveis – minhas favoritas deixei pro final! Mas até lá, podem me contar o que acharam do post, das fotos, se gostam de viagens assim… Vocês já acamparam? Até agora, sempre fiquei no “quintal” – lá no sítio, em Chapada e agora em Delfinópolis, mas acho uma delícia! E alguém aí já ouviu falar em Delfinópolis? E na Serra da Canastra? Tem vontade de conhecer? Me contem!

14 Comentários

14 Comentários em "Uma semana em Delfinópolis -Pt 1"

  1. Wanila disse:

    Nunca ouvi falar nessa cidade, Laura, mas essa semana sua parece ter sido tãaaao gostosa <3 Tô precisando de algo assim!

    [Reply]

  2. Olá tudo bem ? Espero que sim, estou acompanhando este site á um tempo e estou adorando os conteúdos que encontro aqui, são muito bons bem interessante.
    Parabéns!

    [Reply]

  3. Carol Machado disse:

    Que cidadezinha mais amô, que lugar aconchegante e incrível *-* do jeito que eu sou preguiçosa com essa chuvinha ai e esse lugar tranquilo eu ia ficar deitada nessa rede o dia todo hahaha. Quantos bichíneos fofinhos socorro quero abraçar e apertar todos ~felícia feelings~. E esse gatíneo tão lindinho e simpático? Socorro, que vontade de apertar e não largar mais. Tô doida pra ver o resto das fotos.
    Beijos <3
    https://sweetcarolinee.com

    [Reply]

  4. Mary disse:

    Primeiro: que amor essa mamae galinha e os babys atras dela <3 Dessas coisas lindas da natureza. Segundo: eu acho que sei bem a overdose de fofura que foi ser recebida por tantos filhotes! Ha alguns meses a cachorra da minha tia fugiu e teve cria. Foram 8 bebes, de quem cuidamos até os dois meses quando eles foram adotados. Mas assim, foram dois meses tão delícia, com aquele monte de doguinhos correndo pela casa e quintal…
    Que passeio mais gostoso. Cidades do interior pra mim tem um poder de reconectar a gente às coisas simples, que no meio da correria da vida as vezes a gente esquece… Coisa bom de fazer de vez em quando <3

    [Reply]

  5. TALITA disse:

    ah que post deliciinha de ler…e a fto do morango…e vontade de esmagar aquele fihote de gato de tanta fofura .Parece um lugar incrível para descansar e conhecer.

    [Reply]

  6. Aninha disse:

    Ai gente, que delícia de viagem! Que delícia de filhotinhos, haha ♥ Lendo o seu post me deu muita vontade de ir pra roça, ficar no meio do mato e comer comida gostosa da região. Tem um gosto completamente diferente, né? *-*
    Adorei as fotos!
    Beijão ;*

    [Reply]

  7. Que semana relax… é bom um tempo assim as vezes.
    Já acampei muito em barraca, qdo era mais nova sempre ia em acampamentos rústicos com o pessoal da igreja, de dormir em barraca e tomar banho no rio, eu amava! Mas as coisas mudam, e hj em dia, nem pensa! Gosto mesmo de uma caminha confortável e banho quente, kkkk.
    Beijinhos.
    http://www.entregarotas.com

    [Reply]

  8. Laysa Diniz disse:

    Amei o post, que lugar lindo.

    [Reply]

  9. Ô Laurinha, eu amei! Amei as fotos, amei o clima, amei a galinha guiando os pintinhos, amei tudo. Tô impressionada que cê tava disposta a passar uma semana no calor dentro de uma barraca, sério! De qualquer maneira, achei muito fofo esse post e fiquei imaginando o tamanho de uma cidade com 8 mil habitantes, hahaha.

    [Reply]

  10. Luly disse:

    Eu não conheço Delfinópolis e nunca acampei, mas adoro saber de blogueira de BH, toca aqui, hahaha!
    Num sei quem é mais fofo, gente… A galinha com os pintinhos, os filhotes de cachorro ou o/a mini gatinho/a bebê…. Explosão de fofura animal!

    [Reply]

  11. Taís disse:

    Que delicinha de viagem, Laura! Nunca tinha ouvido falar desse lugar, fiquei com vontade de acampar por ali também e ser recebida por esse monte de catiorro neneneeem <3 <3
    É pra começar a viagem muito bem com tal recepção, né? Adorei!

    [Reply]

  12. Helena Krauel disse:

    Que delícia, que sonho! Tô sem palavras para expressar o quanto estou encantada, de verdade. As ficaram incríveis, não só apenas por que eu amo tudo isso e sonho em acampar (nunca acampei), mas você conseguiu transmitir uma energia muito gostosa!

    Sucesso, beijos! Com carinho, Menina Borboleta.
    http://meniborboleta.blogspot.com.br/

    [Reply]

  13. Lola disse:

    Menina, Café da roça é a melhor coisa. Amo!!
    É outro sabor, outra experiência.
    Viajar também é uma delicia. Este ano estou planejando visitar São Roque, onde um amigo mora. Tô devendo visita para ele faz um bom tempo já, e tá na hora de tomar vergonha na cara ir rsrsrs
    Sou super curiosa também para acampar, acho demais. Quem sabe um dia, em Delfinópolis também. Afinal acho que não é muito longe de onde eu moro, seria uma delicia com certeza <3
    Beijos 😉

    [Reply]