25 08 2016

Mala de viagem: Pra não esquecer nada!

Mala de viagem - Pra não faltar nada!

Quem nunca passou horas arrumando mala pra viajar e só quando já estava longe percebeu que tinha esquecido a escova de dentes que atire a primeira pedra! Sou uma pessoa que faz as malas com frequência: Viajo bem menos do que gostaria, mas desde que me entendo por gente passo muitos fins de semana no sítio e agora namorando o João, que mora lá, fazer a mala se torna ainda mais uma rotina pra mim.

Nesses 12 anos de idas pro sítio – e algumas outras viagens – já esqueci muita coisa: desodorante, absorvente, escova de dente, biquíni e blusa de frio. Já passei uns apertos e, com o tempo, fui criando técnicas pra não esquecer nada… A princípio, dias antes da viagem eu fazia uma listinha na última folha do caderno e sempre que lembrava de algo anotava lá… Acontece que, mesmo pensando durante dias, acabava passando uma coisa ou outra. Depois, comecei a pensar nas coisas por categoria: Ajudou absurdamente! E, por fim, agora tenho uma listinha fixa nas notas do meu celular com tudo que posso precisar nas mais diversas ocasiões – e vou disponibilizá-la pra vocês nesse post junto com algumas dicas extras!

Lista para mala de viagem. Não esquecer!

Na hora de montar a lista e depois – na hora de fazer as malas- dividir as coisas em categorias ajuda muito. Eu gosto de me fazer essas perguntas que coloquei ali em cima, pois minha lista tem os itens que preciso pegar quando cada uma das respostas for “sim”, novamente dividido em categorias. Se a resposta da “Alguma ocasião/ roupa especial?” for sim, assim que decidir a roupa e todos os acessórios adicione na listinha tudo: roupa que vai levar, sapato, maquiagem, acessórios (brinco, pulseira, anel, bolsa, qualquer coisa!) pra não correr o risco de esquecer algo e passar raiva.

Lista da Mala de viagem

De sempre:

  • – Blusas
  • – Short / Calça / Saia / Vestido
  • – Chinelo e outros sapatos
  • – Calcinhas e sutiãs
  • – Meias
  • – Óculos / Óculos de sol / Caixinha do óculos
  • – Sacola pra roupa suja
  • – Toalha
  • – Documentos (RG, CPF, Cartão de plano de saúde, carteira de motorista, passaporte…)

Necessaire: 

  • – Shampoo e condicionador
  • – Sabonete
  • – Escova e pasta de dente
  • – Pente / escova de cabelo
  • – Desodorante
  • – Gilete e pinça
  • – Loção hidratante/ creme pra pele
  • – Prendedor de cabelo!
  • – Coletor Menstrual (Ou absorventes/OB)

Vai ter piscina? 

  • – Biquíni
  • – Saída de praia/ canga
  • – Protetor Solar
  • – Creme de pentear

Vai fazer frio? 

  • – Blusas de frio
  • – Meias
  • – Cachecóis
  • – Luvas
  • – Meia-calça

Remédios

  • – Dor de cabeça
  • – Cólica (?)
  • – Dor muscular
  • – Antialérgico
  • – Repelente
  • – Enjoo
  • – Band-aid
  • – Estou tomando algum outro remédio?  Qual?

Eletrônicos:

  • – Celular – Carregador – Fone
  • – Câmera – Cartão de memória – Carregador

Maquiagem e acessórios:

  • – Brincos? Colares? Pulseiras? Bolsas? cintos?
  • – Batons, base, rímel, corretivo…

Ocasião especial:

  • – Que roupa e sapato vou usar?
  • – Que maquiagem vou usar?
  • – Que acessórios vou usar?

Ufa!! Parece muita coisa, mas garanto que tudo é bastante necessário e útil. O legal de manter a lista inteira assim nas notas do celular é que você sempre vai ter tudo o que não pode esquecer reunido em 1 só lugar, com todas as situações possíveis. Daí, é só ir dando “checks” ou “Não preciso” mentalmente na lista sempre que for arrumar sua mala!

Aqui nessa lista que disponibilizei ainda adicionei coisas que normalmente não levo, mas sei que são bem importantes pra muita gente. O repelente e o antialérgico: muito raro eu ter alergia de algo, então nunca coloco na minha mala (mas sei que uma hora posso precisar e me arrepender disso). Nunca enjoei em uma viagem também, então remédios pra isso não estão na minha bolsinha de remédios. Não é o meu caso, mas minha mãe e minha melhor amiga, por exemplo, não podem esquecer de jeito nenhum do Neosoro – então pra elas seria importante colocar ele na lista. Achei legal dizer isso pra mostrar exemplos de coisas pra personalizar na hora de salvar essa listinha aí nas suas notas ❤. Outra coisa: Tem um Ipad/tablet/kindle que gosta de levar nas suas viagens? Aproveita e já coloca ele e os acessórios ali na categoria de eletrônicos!

Dicas extras: 

1) Na duvida, leve biquíni. Não ocupa espaço quase nenhum na mala, e se surgir uma piscina/cachoeira/rio/seja o que for, você vai estar preparada. Protetor solar você compra em qualquer supermercado ou pega emprestado, canga você se vira com uma toalha… Com o biquíni não é tão fácil assim. Não corra o risco de perder a diversão por falta dele ❤.

2) Leve sempre uma blusa de frio. Pode ser levinha, não tem problema, só não vá totalmente despreparada. Pode parecer loucura: Eu me achei muito louca levando um cardigã pro verão de Salvador, BA – mas pode te ajudar muito caso o tempo dê uma mudada- o cardigã foi útil no ar-condicionado gelado do avião!

3) Se você, como eu, é viciada em escrever, leve papel e caneta. Nem que seja um mini-caderninho e uma mini-caneta. Pra mim é super útil e me impede de surtar com tanta coisa acontecendo: inspiração a mil!

4) Não esqueça os prendedores de cabelo. Sério. Confere 5 vezes antes de sair e ainda sai com um no braço pra garantir. Sério. Vai por mim.

É isso! O que acharam da minha lista e das dicas? Tem algo ali que você sempre esquece ou algo importante pra você que não coloquei? Me contem! E vou adorar saber se alguém aí salvar minha lista nas notas e achar útil ❤ Me digam também: vocês gostam de posts assim? Querem que eu faça mais? Alguma sugestão?

P.s.: Quem leu o último post e me acompanha nas redes sociais viu que eu estava com uma pedra nos rins e a Amelie foi castrada… Achei legal dar notícias: Estou bem agora, sem pedra nos rins! Hahahah… Tudo certinho ❤ E Amelie já está toda espoleta de novo: dormindo em cima do guarda-roupas enquanto escrevo esse post… Ainda se recuperando e com os pontos, mas tudo certinho ❤ Muito obrigada pelo carinho, mensagens e energias positivas que me mandaram ❤ Me ajudou muito!

22 Comentários
16 08 2016

Pra inspirar: decoração de quartos!

Decoração - Inspirações para decorar seu quarto pequeno!

Eu não estava planejando fazer esse post, ou ao menos não por agora, mas no domingo tive que correr pro hospital com dor e descobri uma pedra nos rins… Tá tudo meio dolorido e chatinho, tô tomando mil remédios… Mas já tô melhor! Isso me deixou um pouco sem ânimo pra fotografar ou escrever e os posts que estava planejando eram todos mais elaborados, mas pra não deixar o blog sem atualizações resolvi fazer um post mais levinho e simples…

Como disse no post de 40 coisas em 100 dias, pretendo redecorar o meu quarto… E a última vez que falei de decoração aqui foi lá no post sobre o Homify. Como tenho usado muito o pinterst pra me inspirar, achei legal mostrar pra vocês as minhas ideias, o que eu mais gosto, o que eu planejo… E, se quiserem, quando terminar a decoração do meu quarto venho mostrar pra vocês como ficou e como usei cada uma dessas inspirações! O que acham? Aaah, e antes que eu me esqueça: todas as imagens desse post estão lá nas minhas pastas “Quartos” e “posters” do pinterest… Aproveita e me segue por lá!

Decoração do quarto – Pinterest

Decoração - Cama, colchas e almofadas!

Apesar dessa onda enorme que a gente vê no pinterest, tumblr e quarto das blogueiras mais famosinhas de “tudo branco”, eu gosto bastante das colchas bem coloridas e estampadas. Acho que num quarto com paredes brancas, elas dão outra vida, trazem cor e alegria pro quarto sem sobrecarregar demais. Além disso, tem coisa mais aconchegante que uma cama cheia de almofadas? Amo! Quero algo nos tons de azul e rosa da primeira foto, mas bem estampadinho e aconchegante como nas outras fotos…

Decoração - Luminárias pendentes estilo escandinavo
Algo que tem me chamado muita atenção no pinterest são essas luminárias pendentes com a lâmpada exposta… Na maioria das vezes relacionada ao tão falado (e amorzinho) estilo escandinavo. Gosto mais dela com o fio preto mesmo e a mão-francesa de madeira clarinha, acho linda! Procurei pra comprar e achei bem cara por vir sempre sem a lâmpada e mão-francesa, mas conversei com minha mãe e o namorado e parece que vai ser bem fácil (e barato) fazer uma eu mesma… Vou me aventurar e, se der certo, vira DIY pro blog! ❤

Decoração - mesinha de prateleira

Minha ideia inicial era uma mesinha de cavaletes pro meu “home office”, como a da primeira foto… mas por questões de espaço (ou melhor, de falta dele) resolvi fazer uma “mesinha de prateleira” – simplesmente uma prateleira mais larga e na altura de uma mesa, como a das outras fotos… Pra aproveitar ainda mais o espaço na parede e não precisar colocar mais móveis no quarto, assim como nas imagens quero prateleiras em cima da mesinha pra guardar meus livros e coisinhas. Essa ideia é ótima pra quem tem quarto pequeno: não ocupa espaço no chão, é super “clean”, bonito e útil!

Decoração - Parede de quadrinhos

Quem não ama uma parede de quadrinhos? No pinterest a gente encontra mil imagens fofíssimas pra baixar e usar como quadrinho (tente pesquisar “printable poster” ou ir na minha pasta que já linkei no início do post!) e a minha ideia é usá-los na parede atrás da cama, acho que vai dar um destaque beeem legal! Só tenho duvidas ainda quanto a usar molduras mesmo ou usar washi-tapes pra prendê-los na parede… Gosto de molduras bem simples e pretas, mas as washi-tapes coloridas dão um resultado lindíssimo também! Se não conseguir escolher vou tentar  mesclar os dois na composição. O que vocês acham?

Decoração - detalhes fofos

Agora reuni alguns outros detalhes que quero colocar na decoração do meu quarto… Na primeira foto, o varal de fotos que faz meu coraçãozinho bater mais forte desde que vi as primeiras vezes lá no tumblr… Já tive um, mas com a mudança de quarto fiquei sem lugar pra colocá-lo. Na segunda foto o painel de grade que temos visto muito por aí e acho incrível: um lugar pra reunir lembranças, lembretes, inspirações… Quero colocar o meu entre a mesinha e as prateleiras do home office, junto com o varal de fotos.

As duas outras fotos são pro criado-mudo, do lado da cama… Adoro velas, que me dão uma sensação de aconchego, são lindinhas na decoração e ainda trazem um cheirinho bom pro quarto ❤ E sempre tive o hábito de manter uma garrafinha d’água ao lado da cama, depois dessa pedra nos rins isso se torna ainda mais importante pra mim… Então porque não usar uma garrafinha fofa que ajude na decoração e me deixe feliz, né? Talvez esse modelo não seja o mais prático, ainda estou pensando em outro, mas é um item que não pode faltar!

Bom, é isso! Espero que tenham gostado das inspirações e me digam se temos alguma inspiração ou desejo em comum pra decoração do quarto, de qual dos itens da minha lista mais gostaram, se tiverem ideias legais também vou achar ótimo! Vocês também usam o pinterest pra se inspirar? E como organizam as coisas por lá? Beijos, até mais!

54 Comentários
11 08 2016

40 coisas em 100 dias

projeto-40-COISAS-EM-100-DIAS

Depois do resultado delicioso do 18 antes dos 18 eu já estava pensando em qual seria o meu próximo projeto com metas a curto prazo pra cumprir, e, de repente, a lindíssima da Clara, do Blog De Clara, publicou no Bloginspira (grupo mais amor da blogesfera, ainda não conhece? Corre lá!) que tinha criado um projeto chamado 40 coisas em 100 dias e convidou todo mundo pra participar… nem amei, né?

Como já disse por aqui, as metas a curto prazo funcionam melhor pra mim, me fazem parar de adiar coisas simples, ficar mais animada pra riscar itens da lista e até mesmo lembrar de tudo o que quero ou preciso fazer… Além disso, a gente não planeja nada muito inalcançável quando tem pouco prazo, né? Uma dica legal é: Você tem uma meta muito grande, que vai demorar pra se concretizar? Divida ela! Qual é a primeira coisa que você precisa? Juntar dinheiro? Como você vai fazer isso? Transforme em uma meta menor, que você fará em menos tempo, e quando concluir passe pro passo seguinte! Assim, as coisas vão “acontecendo” mais, fica mais fácil se organizar e ver sua meta se aproximando, mesmo que aos pouquinhos!

Agora que você já sabe porque esse projeto é incrível e que ele ajuda MUITO gente que, como eu, vive adiando coisas simples, que tal embarcar nesse desafio com a gente? Você só precisa criar sua lista com 40 metas(divida em categorias pra facilitar!), calcular a data final e, se postar no seu blog a lista, não esquecer de citar o DeClara… Aí sempre que você cumprir uma meta, risca ela e no final conta pra todo mundo como foi a experiência! Vamos nessa?

40 coisas em 100 dias

Data inicial: 11 de Agosto || Data Final: 19 de Novembro

Categoria: A Menina da Janela

1. Ter pelo menos 1 post por semana

2. Liberar 3 vídeos ou mais no canal (2/3)

3. Postar sobre fotografia no mínimo 4 vezes (3/4)

4. Postar 1 look do dia

5. Fechar mais 1 mês do Desafio Primeira

6. Postar 3 receitas (2/3)

7. Fazer 1 Pequenas Alegrias

8. Sair para fotografar 3 vezes (2/3)

9. Postar 5 dos posts que estão nos rascunhos há muito tempo (2/5)

10.  Pedir um help! para melhorar a edição de vídeo

11. Responder todos os comentários a cada post novo

Categoria: Estudos e cultura

12. Fazer as provas de 2014 e 2015 do Enem

13. Ler, pelo menos, 2 livros

14. Terminar o curso de fotografia do Prime Cursos

15. Ir ao cinema no mínimo 2 vezes (1/2)

16. Resenhar 1 livro e tentar postar

17. Tirar mais que 80% da nota de uma prova

18. Conhecer 3 bandas novas (2/3)

19. Conhecer 1 novo museu de Belo Horizonte

20.  Assistir 5 novos filmes

Categoria: Pessoal

21. Comer comida japonesa 1 vez 

22. Conhecer 2 restaurantes(/cafés/hamburguerias/qualquer coisa do tipo) novos (1/2)

23. Hidratar o cabelo pelo menos 4 vezes (1/4)

24. Fazer as unhas das mãos pelo menos 4 vezes (3/4)

25. Manter minha unha do pé bonitinha

26. Ir na Célia (cinesiologia) pelo menos 1 vez

27. Fazer 1 mandala, pelo menos

28. Tomar meus florais todos os dias, sem esquecer!

29. Comprar um álbum para as fotos que revelei

30. Explorar e estudar mais edição de fotos

31. Começar a montar um portfólio pra mim

32. Fazer de noite uma to-do-list para o dia seguinte todos os dias de domingo a quinta

33. Cumprir pelo menos 85% do meu to-do-list diário todos os dias 

34. Descobrir qual é a auto-escola mais próxima de casa ou da escola

35. Usar 3 roupas que estão paradas no armário e então resolver se vou mantê-las ou doá-las (3/3)

36. Fazer 2 dos milhões de DIY que assisti no youtube 

37. Tentar criar um DIY para postar no blog/canal

38. Redecorar meu quarto!

39. Comprar mais um livro do Markus Zusak

40. Comprar um produto de quem faz!

 

Bom, é isso! Temos alguma meta em comum? E vocês gostam de traçar metas? O que querem fazer nos próximos meses? Me contem! E não se esqueçam: Se quiserem participar com a gente, não esqueçam de creditar a Clara e deixar o link das suas metas aqui pra eu ver, ok?

40 Comentários
08 08 2016

Simplicidade! – 8 on 8

Simplicidade - 8 on 8

Depois de um mês bem triste por não ter conseguido postar as fotos do 8 on 8, aqui estou eu de volta com esse projeto que eu tanto amo <3 O tema de agosto foi “Simplicidade”, e escolhi fotos que tirei durante as férias de julho lá na casa do namorado pra postar.Acho que as fotos retratam bem a simplicidade e minhas férias… Não tenho muito o que dizer, então deixo vocês com as fotos!

Antes, gostaria de agradecer pelo carinho com o último post: Fiquei absurdamente feliz com os comentários, com as lindas que me chamaram no chat do face pra conversar sobre, com quem me mandou emails e quem compartilhou o post… Cês fizeram minha semana ser absurdamente incrível. Obrigada.

8 on 8: Simplicidade

Simplicidade: s.f. 1. Ausência de complicação;

2. Ausência de luxo, de pompa, de sofisticação […]

 

Casinha

-

Bacon

Capitu

Irmãos

Sem título

Sem título

Sem título

 

  1. 1. A casinha que, depois de muitas discussões e testes, ganhou uma nova cor…
  2. 2. Chinook e sua eterna carinha de preguiça.
  3. 3. Bacon na sua melhor carinha de “Por favor brinca comigo faz carinho nunca te pedi nada”.
  4. 4. Capitu, uma cadela sorridente. 
  5. 5. Um diálogo entre irmãos (quem lembra deles pequenininhos aprontando?)
  6. 6. Essa flor que tava sozinha perdida no meio do mato e me encantou ❤
  7. 7. E essa azaléia linda que parece pintada à mão
  8. 8. As companheiras da azaléia de cima, porque flor nunca é demais ❤

Essas foram as fotos que escolhi para ilustrar o tema Simplicidade! Espero que todos tenham gostado! Não esqueçam de me contar o que acharam das fotos e qual foi sua foto preferida, ok? Aah, e não se esqueçam também de visitar o blog das lindas que participam do 8 on 8 comigo pra mais fotos incríveis com esse tema! 

Carol Pedrozo || Carol Machado || Day Cunha || Dani Pereira || Daniella Santos || Lari Ribeiro || Vanessa Vieira

59 Comentários
01 08 2016

Porque o coletor não é só sobre sangue

Coletor menstrual- Não é só sobre sangue!

Um dos posts de maior sucesso aqui no blog, e também um dos meus preferidos, é o “Tudo sobre coletor es mentruais” (se você não leu, talvez seja legal ler antes de começar esse aqui!) e algo que muitos vem me pedindo ultimamente é pra falar um pouco mais sobre feminismo aqui. Bom, pode ser difícil enxergar assim “de cara”, mas essas duas coisas estão diretamente relacionadas, e é sobre isso que vim falar hoje. Podem se preparar… com esses dois temas, vocês não acham que esse texto vai ser pequeno não é?

Bom, confesso que estou até meio perdida: é tanta coisa a dizer que mal sei por onde começar, mas vamos lá, do começo.. muito antes de coletor menstrual, muito antes de feminismo.

Há duas ideias muito enraizadas em nossa sociedade e até mesmo em nós, mulheres:

A primeira delas é de que a menstruação é algo sujo, nojento, algo que deve ser escondido. Conheço garotas que esconderam das próprias mães por anos que tinham menstruado por vergonha. Conheço garotas que ainda hoje escondem dos pais o sangue que vem todo mês; é como se fosse um crime menstruar, ninguém irá te ver da mesma forma, você agora é uma mulher e precisa se cuidar, precisa se esconder. “Xiu, não deixa ninguém ouvir o barulho da embalagem do absorvente! Hey, não usa essa calça que vai marcar! Toma essa bolsinha, guarda os absorventes aí que não corre o risco de você mexer na bolsa e alguém vê-los!”. Vamos lá, mulheres, sejamos sinceras: todas nós já passamos por alguma dessas situações. Todas nós já perguntamos baixinho pra amiga se o absorvente estava marcando. Já perguntamos baixinho no ouvido de outra mulher se ela tinha um absorvente pra emprestar. Já morremos de vergonha porque ao puxar algo da bolsa com pressa um absorvente maldito voou de lá de dentro. E quando o passeio da turma era um clube, “não posso”, “tenho que visitar minha tia”, “minha mãe não deixa”. Até mesmo a palavra menstruação parece suja: “Tô naqueles dias”. E não só o sangue da mulher é sujo. É como se não pudéssemos, em hipótese alguma, dizer a palavra vagina. Uma mulher amamentando na rua só quer exibir os seios, uma alça de sutiã caindo acidentalmente é, óbvio, uma maneira de se exibir. Quantas manchetes de “ator famoso ‘paga cueca’ você já viu na vida? Agora mude essa palavra para ATRIZ. O corpo da mulher é sexualizado em todas as situações – até mesmo no ato materno de amamentar.

E aqui é difícil separar onde termina uma ideia e começa a outra, mas eis a segunda: Nosso corpo é algo que devemos guardar para o homem. O hímen é a maior prova disso: ele deve estar lá na sua primeira relação sexual, senão o homem vai achar que você é “impura”. A única relação que você deve ter com sua vagina é a de guardá-la para o homem ideal. Tocar-se? Jamais! Você não deve conhecer seu corpo, seu prazer – eles estão ali unica e exclusivamente para servir ao homem. Masturbação não é coisa de mulher decente, não é coisa de mulher. Você não pode se estimular porque senão vai querer transar, e mulher não pode querer. E não pode colocar nada lá dentro, “vai alargar” e aí o homem vai sentir menos prazer. Tocar seus seios? Claro que não, coisa de puta! Porque sim, mulher “alarga” e a vagina só serve pra dar prazer ao homem, não é?  “Mulher que é mulher não tem desejo, não tem prazer. Mulher que é mulher não tem sexo”. A mulher que todo mundo respeita e admira é a mãe – aquela que, erroneamente – Mãe também é mulher! – enxergamos como assexuada. A consequência disso? Temos medo do nosso corpo. Medo da “impureza” medo do desejo, nos sentimos culpadas pelo prazer. Nem adianta dizer que esse é um tabu de gente antiga:  Eu mesma, no post que citei lá em cima sobre o coletor, enfrentei uma grande dificuldade: “Mas eu vou mesmo escrever vagina aqui no meu blog?” – Não que eu achasse que tinha algo errado nisso, mas me parece estranho, agressivo, sexual. Vagina? Não. Isso aí é melhor fingir que nem temos, nem sabemos o que é. A gente só encontra essa palavra em site de conto erótico ou nos textos quadradões sobre saúde.
Coletor

“Tá, Laura, entendi… nós somos ensinadas a odiar nosso sangue, guardar e temer nosso corpo… mas onde entra o coletor nessa história?”

O coletor entra aqui de diversas formas, mas acho que uma frase resume bastante do que vou dizer:

O coletor ajuda a mulher a se tornar dona de si, a pertencer a si mesma. 

Vamos lá, aos poucos: você aí, que está lendo agora, sabia que é possível tocar o colo do seu útero? Sim, você mesma, assim, facinho, sem malabarismo nenhum. Eu não sabia disso até precisar decidir o tamanho do meu coletor- e no já citado grupo sobre coletores percebi que não fui só eu. A lavagem cerebral é tão grande que a maioria de nós não ousa colocar o dedo “lá”, e na maioria das vezes, para aquelas que ousam, não há curiosidade nenhuma de entender nada dali de dentro. Para a grande maioria de nós, a vagina é um grande buraco negro que não precisamos entender. Mas ela é uma parte de nós, é parte do nosso prazer. Não estou dizendo que somos todas obrigadas a virar experts em vaginas e saber o nome de cada vaso sanguíneo que passa por ali, não… É só que você já pensou no quanto pode ser bom se permitir ter curiosidade sobre seu corpo? Já pensou no quão poderosa você pode se sentir se, simplesmente, souber o que te dá prazer? Já pensou que não há nada de vergonhoso no sangue que sai de você todo mês? Não é nojento, não é sujo, não fede, nada disso – mas isso não é assunto pra esse post, já foi falado naquele que citei lá no primeiro parágrafo desse texto. O coletor nos ajuda aqui é a conhecer nosso corpo, nosso sangue, nosso ciclo – sim, um ciclo, apenas. A lua tem o dela, nós temos o nosso. Nos dá liberdade, nos faz perceber que não há problema algum em termos uma relação íntima com nosso próprio corpo – muito pelo contrário, que há só vantagens. O coletor não é “uma fraldinha que você cola na calcinha e pronto”. Ele não muda o cheiro, ele não muda a cor. Você precisa se conhecer melhor para usá-lo: se tocar, se sentir. E ao usá-lo, você se conhece melhor: seu cheiro, sua cor, sua textura, seu sangue.

Coletor Me Luna Classic M Roxo

Outra coisa curiosa sobre o coletor: foi só eu começar a usá-lo e falar sobre ele que amigas que morriam de vergonha até de pedir um absorvente começaram a conversar sobre menstruação comigo. Amigas perguntando como funciona, amigas dizendo que tem medo e o motivo, amigas descobrindo, como eu, que podem tocar o próprio colo do útero (e sim, isso já me rendeu altas gargalhadas também – Já recebi mensagens no meio da noite com “Laura, eu achei o colo do meu útero!!!!). Já estive sentada numa roda no meio da escola com garotas falando do próprio ciclo e me pedindo ajuda pra entender como escolher o seu coletor. Já teve amiga da fulana que é vizinha da minha prima me chamando pra perguntar “mas a gente consegue colocar um dedo com o coletor lá dentro pra tirar?”. Isso tudo pode te parecer estranho, mas para mim é lindo: é o corpo da mulher deixando de ser tabu para ela. É mulher tendo curiosidade sobre seu corpo e liberdade para explorá-lo. É mulher falando de sangue, de menstruação, de vagina em alto e bom tom, pra quem quiser ouvir. É mulher se libertando das amarras invisíveis que a impediam de conhecer o prazer. É muito mais que a frase “o sangue não é nojento”, é mulher percebendo isso na prática: tocando-o, sentindo seu cheiro e vendo que não, que não tem nada de errado ali. Que não tem nada que precise ser escondido, cochichado. Que sangramos todo mês sim, todos sabem disso, porque tentar esconder?

O coletor não é só sangue porque é uma forma da mulher se conhecer, se entender, se sentir. E uma mulher que conhece a si, ao seu corpo, ao seu prazer, é uma mulher empoderada.

Gostou do assunto? Quer aprofundar um pouco mais? aqui vai uma listinha de links me inspiraram pra esse post e que vale a pena ler:

Das dificuldades de fotografar quando se tem um gato
É isso! E o post termina com uma foto de reflexão sobre o quão difícil é fotografar qualquer-coisa-que-não-seja-um-gato quando você tem um gato… Amelie mandou lambidas pra todos! Espero que tenham gostado do texto, que eu tenha conseguido levantar que seja uma pontinha de curiosidade em cada leitora, ou de compreensão. Vou adorar ler a opinião de vocês sobre o texto, sobre o coletor, sobre autoconhecimento… Sobre o que quiserem e se sentirem a vontade pra falar, então… comentem! ❤

40 Comentários
29 07 2016

10 Blogs femininos que você precisa conhecer!

Blogs Femininos Incríveis - top 10

O grupo “Blogueiras – Inspiração & Interação” completou no início desse mês 1000 membros, e, pra comemorar, rolou essa Blogagem Coletiva SUUUUPER amor que eu não podia deixar de participar, né? Já começo pedindo desculpas: Esse post deveria ter saído ontem, mas tive uns imprevistos e acabei atrasando… Mas juro que esse post foi escrito com todo o amor do mundo, apesar de atrasado, ok?

Bom, pra quem não conhece ainda esse grupo, eu explico: É um grupo pra blogueiras SUUUPER AMOR, cheio de gente linda, interações maravilhosas, as moderadoras são umas fofas e super atenciosas… Super diferente daqueles grupos depósito-de-links que a gente tá acostumada, sabe? E pra completar, o grupo é só pra meninas… O que deixa a gente mais à vontade ainda e com mais vontade de interagir! O link dele tá ali em cima, então se quiserem participar já sabem, né? Só chegar lá! Agora, vamos à seleção de blogs? Já aviso que não tem uma ordem específica nem nada disso, coloquei na ordem que lembrei e todos são muito lindos e vale muito à pena conhecer!

10 Blogs Femininos incríveis do BlogIsnpira

1- Menina Borboleta – Helena Krauel Schmitt

Capturar

O primeiro blog que quero citar é um que descobri há pouco tempo, mas já tenho um carinho imenso pela dona,-Helena, lindíssima e fofíssima- e pelo blog, com uma carinha bem alternativa, posts deliciosos, looks lindos e borboletas por toda parte! Se você tem alguma curiosidade sobre esses serezinhos lindos, pode procurar lá que aposto que você encontra… Ela adora, estuda e coleciona borboletas! Aaah, e se quer descobrir umas lojinhas alternativas e fofas também pode procurar lá! Se tivesse que escolher um post preferido, seria o  Agraulius vanillae… um Look do dia bem com cara de bruxinha, liiiiindo! Os looks dela tem nomes de borboletas e vem com fotos delas de brinde! Hahah, acho um amor!

2- Purpurina Ácida – Isadora Mariano

Capturar

Conheço o Purpurina Ácida há algum tempo e com esse layout branquinho, clarinho, sempre que entro lá tenho uma sensação gostosa de paz, leveza sabe? A Isa escreve de um jeito lindo, é linda, tira fotos lindas.. não dá pra não morrer de amores! Meu post favorito é o 10 coisas que eu quero fazer pelo mundo, que até pedi pra ela pra tentar fazer algo parecido aqui no blog… Ainda estou planejando!

3- Fuzzy Roses – Carolina Ansaldi

Capturar

Conheci o blog durante essa blogagem coletiva, bisbilhotando os blogs das participantes… Olha, não sou a maior fã de moda, mas quando dei por mim já tava lendo posts de meses atrás, de tão envolvida na escrita, formatação e fotos dos posts dessa moça. Sem duvida, um ótimo lugar pra pegar umas diquinhas de moda, ideias… Muito gostoso de ler! O post que escolhi pra trazer pra vocês é esse “A vida é um festival“, um look super levinho e a minha cara!

4- Im Citadin – Natieli Citadin

Capturar

Sabe aquele blog que você esquece da vida vendo os posts, as fotos, o layout? É esse. Também conheci através do grupo, mas há mais tempo. Decoração, fotografia, receitas, moda, filmes… tudo vira assunto pra post e a escrita também me encanta! Muitos posts me encantam, mas escolhi pra mostrar hoje o Blog com receitas delícia! Aaah, e quando o assunto é a dona Natieli, vale a pena demais conferir e se apaixonar pelo instagram dela também!

5- Sorrisos no Outono – Sam Sorrisos

bannernovo

Fala sério, alguém aqui precisa de algo além desse banner pra se apaixonar? Se você, como eu, é do tipo de gente que compra livro pela capa já tá com ele ali aberto numa nova aba, né? Morro de paixão! Mas não precisa preocupar não: O conteúdo do blog é um amorzinho também, cheio de resenhas incríveis, Freebies, dicas… Cê encontra de tudo por lá! Um dos posts que mais curti até hoje foi o 4 Dicas de Edição com o VSCO CAM, mas eu não saíria do blog sem passar por todas as categorias e conhecer a lojinha da Sam!

6- Diariamente – Rafaela Arnoldi

logo

Conheci a Rafa pelo instagram e quando vi o blog dela algum tempo depois, nem acreditei no que tava perdendo! O blog é incrível, voltado pra moda, mas de um jeito diferente… Até tentei escrever sobre, mas ela já foi tão completinha que ficou até difícil, então vou deixar a descrição dela e o post que me deixa mais apaixonada ainda cada vez que leio: Cinema e moda: The Match!

“O Diariamente é um blog voltado para moda, de maneira a desconstruir padrões e levar real e verdadeia informação ao leitor, muito mais que tendências, visa chamar para este mundo pessoas que, até então, achavam que não se encaixavam. O Diariamente quer mostrar que moda é muito mais do que querem que você vista, é pura e total expressão!” -Rafaela Arnoldi

7- Através da linha – Bruna Bezerra

Capturar

Mais um blog que conheci com essa Blogagem Coletiva! Vi esse banner lindíssimo de fofo e pensei que precisava conhecer o blog… Aí cheguei lá e me deparei com um post sobre planners! Pronto, paixão à primeira visita. O layout desse blog é a coisa mais linda desse universo inteirinho, e acho que super combina com o assunto – todo organizadinho, decoradinho, dá vontade de chegar e ficar, sabe? Aí por curiosidade fui na TAG “Feminismo” e quase chorei por lá (talvez eu esteja sendo boazinha com esse “quase”). Pronto, o blog me ganhou. Vou indicar aqui o post Planner Para Iniciantes porque acho super interessante e útil, mas sério, não deixem de passar pela TAG feminismo. MESMO.

8- Janela de Sorrisos – Thaís Regina

-

A Thaís é daquelas pessoas que a gente quer botar num potinho e minha companheira da madrugada de indignações com os machismos cotidianos. Daquelas que, mesmo de longe, já considero uma amiga, sabe? Adoro que lendo o blog dela tenho a mesma sensação de quando estou conversando com ela no chat do facebook… A forma de escrever, a personalidade.. É tudo incrível, não tem como não amar! Meu post favorito é, sem sombra de dúvidas, O Que o Filme Confi@r nos ensina sobre o abuso, um post INCRÍIIIIVEL… Mas ele é cheio de gatilhos, então se você tá sensível agora, talvez seja melhor começar com algo mais leve como Dicas para aprender inglês!

9- Sorriso Espontâneo – Betânia Duarte

banner 2

Dois blogs com sorriso no nome seguidos? Sim! Hahahh.. Mais um blog super cheio de amor, com um layout lindo, fotos lindas e um jeito de escrever delicioso… Eu diria que a Betânia fala de tudo um pouco, sabe? Tem muitos assuntos variados, mas meu favorito é fotografia, com certeza! O post que escolhi pra trazer pra vocês foi o 4 Perfis para você seguir no Instagram, porque simplesmente amei os perfis que ela indicou! (Bisbilhotar o insta dela também é uma ótima ideia!)

10- A Enjoada da Corte – Dani Jorge

banner

Eu tô aqui escrevendo esse post e me perguntando COMÉ QUE EU NÃO CONHECI ESSE BLOG ANTES? Morrendo de amores por tudo, do layout ao conteúdo, à linda da autora… tudinho me deixando encantada e, com certeza, ganhou uma nova seguidora apaixonada! É um blog super gostosinho com assuntos variados também, tem organização, tem livros, tem fotografia, textos… E não sei se sou só eu, mas me dá uma sensaçãozinha gostosa de “Blogesfera OldSchool”, sabem? Delícia! Escolhi o post Links da Semana #03 porque amo posts assim, são puro amor!

Menções Honrosas

Tá, é MUITO blog lindo pra caber num post, então aqui ficam algumas menções honrosas com o link e uma descrição curtinha: A maioria já citei por aqui, mas não podia deixar de citar de novo. Alguns estão sempre por aqui, as meninas participam dos projetos comigo e vocês já conhecem, então deixei a lista pra gente nova, mas essas aqui tem seu lugar no meu coração também!

-Sweet Caroline:  As fotografias da Carol e o jeitinho dela são as coisas mais gostosas do mundo!

Blog DeClara: Quando a Clara resolve falar sobre feminismo eu quase choro de amores!

Dezoito em Ponto: A Samira é incrível e os posts são uma delícia de ler… Adoro os balões no layout!

Quero Ser Alice: Adoro a Erika, ela tem fotos incríveis e o blog é um amor!

Things I Love: Os looks da Ritielle são a coisa mais linda e bonequinha do mundo!

Loud Like Moi: Lari é um amorzinho, sério! As fotos e desenhos dela são tudo de bom!

É isso, pessoal! Me contem nos comentários quais blogs já conheciam, quais foram novidade, quais vocês mais gostaram… Se quiserem me indicar mais algum também, vou adorar conhecer! Lembrando que esse post é uma blogagem coletiva do grupo mais amorzinho do mundo, e se você curtiu a ideia entra lá pra participar e interagir com a gente!

13585210_10210124088161895_7322818622329831135_o (1)

9 Comentários
18 07 2016

5 lugares imperdíveis em Minas Gerais

Lugares imperdíveis - Minas Gerais!

O grupo Bloggers Out and About lançou esse mês uma blogagem coletiva com o tema “5 lugares imperdíveis na minha cidade”, mas resolvi ser rebelde e ampliar pra Minas Gerais – pra quem não sabe, sou de Belo Horizonte e amo meu Estado, acho super delicioso e, apesar de conseguir pensar em 5 lugares imperdíveis aqui em BH, não ia me divertir tanto escrevendo esse post.

Selecionei pra mostrar pra vocês então 5 lugares que conheço e adoro, que são os lugares que eu escolheria para apresentar pra alguém que viesse conhecer Minas Gerais. Chega de tagarelar, né? Vamos pra lista que tem trem bão demais da conta pra mostrar aqui, uai!

5 Lugares Imperdíveis para conhecer em Minas Gerais

-Serra da Piedade –  Caeté, Minas Gerais

Diamantina
A serra da Piedade é um dos lugares mais lindos que conheço, sem dúvida. Lá de cima a vista é maravilhosa- uma paisagem de tirar o fôlego. Adoro a sensação de estar num lugar tão alto, com o vento no rosto, a natureza toda linda ao redor… Pros Católicos, lá também tem um santuário – mas confesso que nem sei o nome ou algo a mais sobre ele- pra quem gosta, vale pesquisar sobre antes de ir!

Pra chegar lá não é difícil: você pode ir de carro, pegar um ônibus que sai do centro de Caeté (aí é importante olhar horários!) ou pegar uma das muitas vans que oferecem o passeio pra lá cobrando um preço por  pessoa – muitas ficam na praça de Estação de BH!

Uma dica é ir em dias ensolarados: Como lá é muito alto, quando está nublado você não vai conseguir ver muita coisa e provavelmente vai passar frio com toda a neblina que fica por lá.

 – Circuito Cultural Praça da Liberdade

Praça da Liberdade
Bom, eu não podia deixar BH de fora desse post, né? A praça da Liberdade é meu lugar favorito de BH, acho ela linda e cheia de vida – gente diferente, de todas as idades, sempre muito movimentada. Os museus ao redor são super legais também: Em casarões antigos, reúnem a história de Minas Gerais, cultura, arte… impossível não se apaixonar!

A dica aqui é: Depois de aproveitar o dia na praça e nos museus, tem duas opções para emendar o passeio: uma é ali pertinho mesmo, ir pro Cine Belas Artes ver um filme alternativo num cinema com cara de antiguinho e ambiente super agradável. A outra opção é pra quem gosta mais de farra: descendo alguns quarteirões você pode escolher um dos muitos barzinhos que funcionam no Edifício Maletta. Quer coisa com mais cara de Minas que bar?

-Diamantina, Minas Gerais

Serra da Piedade
Eu tentei pensar em um lugar específico, mas não consegui… Vai a cidade inteira mesmo. Também conheço Ouro Preto e Congonhas de cidade histórica de Minas, mas não curti tanto quanto Diamantina. Andar por aquelas ruazinhas de paralelepípedo cheias de casinhas fofas que só as cidades históricas de Minas tem, subir as ladeiras, comer pastel no mercado sábado de manhã e, de noite, aproveitar também os muitos barzinhos. Claro, não dá ra esquecer das cachoeiras: Conheço a do Biribiri e recomendo demais, é linda!

-Feira Hippie – Avenida Afonso Pena

feira-hippie
A Feira Hippie é uma feira de rua bem grande aqui de BH, e acontece nos domingos de manhã – vai até as 14:00. Lá você encontra de tudo: Roupa, sapato, enxoval de bebê, móveis, artigos de decoração, comida, brinquedo… uma loucura só! Apesar da grande variedade de coisas e quantidade de barracas, a feira é bem organizada e as barracas são divididas por “setor” ou “categoria” – agrupando todos os itens no mesmo lugar e em barracas com o forro da mesma cor. Até tem coisa industrializada lá também, mas o que mais gosto são os artigos artesanais: minhas saias longas e anéis são todos de lá! É bem clássico comer churrasquinho ou milho verde cozido em uma das mil barraquinhas de lá, mas opção não falta: de acarajé a pão de queijo, tem de tudo!

A dica da vez é: Vá cedo. Faça chuva ou faça Sol, a feira é cheia… Chegando cedo você consegue olhar tudo com mais calma. Aah, e também dá pra aproveitar o passeio pra conhecer o Parque Municipal ali do lado da feira!

-Poços de Caldas, Minas Gerais

entrada-poc3a7os-de-caldas
Bom, dessa eu vou saber falar menos porque só fui uma vez há uns 4 anos atrás – vide minha cara de baby na foto. SOCORRO, não achei nenhuma outra melhor hahahah- mas lembro de ficar tão encantada com a cidade que não podia deixar de fora do post. Lá todo mundo tem um sotaque engraçado, misturando o mineiro com o paulista (“uai, a porrrta tá trancada!”) e a cidade era bem fofinha e bem cuidada, com uma praça super lindinha e movimentada, mesmo de noite (repito, quando eu fui…). Uma coisa que não esqueço é o pvo todo de lá reclamando do calor quando estava “só” 25ºC – lá é mais friozinho e morro de vontade de ir no inverno, quando dizem que faz frio de verdade hahaha.

 

Bom, essas foram minhas dicas imperdíveis pra quem quer conhecer um pouquinho mais de Minas Gerais! Claro, eu citaria muitos outros lugares – em BH e em MG – e alguns merecem uma “menção honrosa” aqui, só não entraram por eu ter que escolher só 5: Topo do Mundo, em Brumadinho e Mercado Central, em BH.

Agora me digam: vocês conhecem algum dos lugares que citei no post? O que acha dele? Indicariam algum outro aqui em Minas?  E para quando eu for visitar a cidade ou Estado de vocês: que lugar não posso deixar de conhecer? Me contem!

18 Comentários
06 07 2016

Porque eu preciso falar de amor

Vamos falar de amor

Há quanto tempo não falo de amor? No começo do blog, antes mesmo de entender pra que servia um blog e usando-o como diário virtual, era o principal assunto por aqui. Os assuntos mudaram, mas sempre preguei que esse era meu lugar para falar de tudo o que amo… E vou ser sincera, doeu perceber o quanto ele se tornou impessoal. De repente, falo de tudo um pouco – menos de mim mesma.

Tenho meus motivos, claro, e não cabe citá-los aqui. Mas hoje olho e sinto falta das fotos de passeio tiradas com o celular, das tardes com os amigos, de falar do que sinto. E quando olho pro blog, não me vejo. Não sinto que devia ser assim.

É que de repente a gente ganhou um medo bobo de falar de sentimentos, de mostrar quem é – afinal, pra que serve mesmo um blog pessoal? De repente me vi escrevendo muito para vocês – sim, exatamente como faço nesse post agora – e pouco pra mim. É tanto post sobre definir publico, definir nicho, escrever pro seu leitor… que no final eu, que só queria ter um blog pessoal, me vi perdida e sem motivação. A gente vê aqueles blogs bonitos de lifestyle com vidas perfeitas e emolduradas pra caber no instagram e se sente estranha por mostrar nossa vidinha simples – mas cheia de carinho – nessa Internet que me mostra cada vez mais que tem lugar pra todo mundo.

De repente o blog não pode mais ter foto de celular – a qualidade importa mais que o momento que a foto foi tirada – sim, esse é um post de auto crítica, um puxão de orelha pra mim mesma – e, apesar de ter um pouquinho de várias coisas que eu amo, não tem mais eu por aqui. Poderia ser o blog de qualquer pessoa que gosta de fotografar e cozinhar um doce de vez em quando. Eu falo muito sobre o filme e pouco sobre a ida ao cinema. Muito sobre a música, nada sobre como me senti ao ouvi-la. Muito sobre as fotos e pouco sobre como foi o dia, quando foram tiradas, porque, o quão divertido, complexo ou desafiador foi fotografá-las. Eu não falo sobre as minhas experiências. Eu não falo sobre o amor. 

Atualmente, eu me definiria bem como uma boba apaixonada – daquelas que pode botar na legenda da foto que “Até quem me vê lendo jornal na fila do pão sabe que eu te encontrei…” e nem uma alma viva vai duvidar, tamanho é o sorriso estampado na cara. E, ainda assim, eu não falo sobre o amor. Se você procurar aqui no blog – repito, um blog pessoal – não vai encontrar nem meio vestígio disso… No máximo um post em que chamei ele de “moço” porque achei esquisito falar “meu namorado” e até postar uma foto no meu instagram- que devia ser uma coleção de fotos de coisas que me inspiram e me fazem feliz – com ele foi esquisito.

Amelie

Mas esse é um blog pessoal, e como pessoa tem um monte de outras pessoínhas que, vivendo junto comigo, me ajudam a construí-lo. Para começar com o pé direito toda essa coisa de retomar o cunho pessoal do blog – sim, é o que quero fazer e o que motivou esse post, apesar de saber que não vai ser fácil – resolvi citar nomes: quer algo mais pessoal que um nome?

Tem o João- que já foi citado nesse post e nesse blog, mas só agora ganhou nome- e que tem sido a pessoa mais carinhosa e fofa, que faz as melhores comidas do mundo inteirinho, além de me deixar toda sorridente pelos cantos. Tem minha mãe – oi, oi, dona Regina! – que a cada dia se torna mais confidente e companheira, de forma que jamais imaginei que seria. Tem a Lups, amiga doidinha e divertida com quem me sinto livre pra falar todas as besteiras do mundo e mais algumas. E tem até a Amelie, minha gatinha e companheira de madrugadas que adoça meus dias com suas trapalhadas e ronrons. Eu falo muito de quem me inspira através das telinhas, mas me esqueço de mostrar o tanto de gente de carne e osso que tá aqui nos bastidores me dando os abraços mais gostosos do mundo, compartilhando momento, ajudando nas receitinhas, saindo pra comer coisas gostosas e, enfim, vivendo junto comigo e me inspirando a ser quem sou.

Claro, não digo – nem quero- que o blog irá virar um reality show da minha vida, mas sim que, aos pouquinhos, a Laura de carne e osso, as experiências, as viagens, os passeios, as janelas vão aparecer mais por aqui. Porque o blog está aqui pra falar de mim, pra ser meu cantinho, meu diário, pra mostrar meus momentos, minhas fotografias – das mais planejadas à aquelas da câmera frontal do celular! O blog está aqui pra mostrar a leveza dos meus dias e pra deixar os dias pesados mais leves. Pra me inspirar e pra inspirar quem mais quiser se aconchegar por aqui. Porque o blog está aqui para falar de amor. 

28 Comentários
29 06 2016

TAG: Onde eu iria…

TAG Onde eu iria...

Um dos grupos de blogs que mais amo, o Bloggers Out and About, criou mais uma TAG e eu, como boa amante de viagens que sou, não poderia deixar de responder, né? Confesso que morro de vontade de fazer mais posts por aqui falando sobre viagens e etc, mas como não tenho viajado muito – e quando viajo é pra casa de amigos – acaba ficando difícil. Então, nada melhor que uma TAG com esse assunto lindo pra trazê-lo de volta aqui pro blog, né?

A ideia é escolher um destino que você gostaria de ir em cada uma das situações… Fiquei na duvida se faria um post com lugares que já conheço e que voltaria em cada situação, se nomearia lugares específicos, se escolheria só destinos nacionais… No fim das contas resolvi fazer bem livre mesmo, com destinos nacionais e internacionais, lugares específicos e países inteiros, conhecidos e que ainda estão só em sonho… Sem nenhuma limitação. Espero que gostem do resultado!

TAG BOOA: Onde eu iria…

  1. 1. Tomar um café.

Livraria Espaço Café
Bom, pensei em algumas coisas como Paris, simplesmente porque parece legal pensar em tomar um café em Paris, mas… AAAh, não sei não, acho que não troco o cafézin mineiro por nenhum outro no mundo. Pra falar a verdade nem tenho o costume de tomar café puro, mas amo misturas com ele… Escolhi pra esse tópico a Livraria Espaço Café B, em Diamantina, que tem um clima delicioso e super aconchegante, cheio de livros, com um cheiro delicioso de café e o melhor petit gateau de café da vida! A sorte foi eu ter tirado uma foto da placa da última vez que fui lá, senão nem saberia dizer o nome!

Livraria Espaço Café B – Beco da Tecla, 31, Diamantina, Minas Gerais, Brasil
  1. 2. Passear ao ar livre.

Jericoacoara

Acho que tem MUITOS lugares que eu iria pra passear ao ar livre… É uma das coisas que mais curto em viagens – não sou fã de locais fechados e apesar de curtir visitar museus, um parque ou área aberta e verde me chama muito mais atenção. Pensei em sair do Brasil e obvio, as opções são mil: Bolívia, Peru, México, Costa Rica… Irlanda, Islândia, Nova Zelândia… Tem MUUUITO lugar lindo pra conhecer. Percebi que não ia conseguir escolher e voltei pro Brasil: lembrei que uma vez vi um post de alguém sobre Jericoacoara e fiquei louca pra conhecer… parece um lugar fantástico!!

  1. 3. Beber com os amigos.

Bom, eu não sou uma pessoa que bebe – mas gosto demais do clima de barzinho e tals… Não sei dizer exatamente o porquê, mas quando fala em viagens e bebida juntos eu penso automaticamente na Alemanha ou na Irlanda. Tenho muita vontade de conhecer ambos e não sei escolher um… Mas lembrei desse post da Taís e resolvi que Köln, na Alemanha, era uma boa pedida.

  1. 4. Num encontro romântico.

Eu meio que consigo pensar em encontros românticos até na esquina de casa (sério, o sanduba daqui e o namorado juntos me fazem mais que feliz!) e acho que a parte do “romântico” vai muito mais do clima do casal que do lugar em si… Mas pra uma viagem a dois, gosto mais de pensar em lugares friozinhos e aconchegantes. Monte Verde, em Minas me parece um lugar ideal…  A Juh Claro fez um post sobre a viagem dela com o noivo pra lá, se nunca viu nada sobre a cidadezinha ou se já tem vontade de conhecer, aconselho ir lá ler pra ficar com mais vontade ainda!

  1. 5. Ver arte.

Como já disse, não sou tanto dos museus e galerias de arte e coisas assim… Gosto, mas não são lugares que eu colocaria no roteiro da viagem, sabe? De qualquer forma, só consegui pensar em Paris pra responder esse (e acho que no Louvre me sentiria dentro do filme O Código Da Vinci hahahah).

  1. 6. Comer.

2

A pessoa que vos fala é totalmente apaixonada pela Itália, e falar em viajar pra comer e não pensar na Itália não dá, né? Fui procurar uma imagem pra ilustrar esse item e quando vi já estava há 2 horas lendo posts com indicações de restaurantes em Roma, Toscana e Veneza, curiosidades sobre a culinária da Toscana e pratos típicos de cada região… Pessoa focada eu, né?

  1. 7. Apreciar a paisagem.

santorini_7242228

Um lugar que sonho em conhecer é a vila Oia, na ilha de Santorini, Grécia… O pôr do sol de lá é conhecido como um dos mais bonitos do mundo – também, por trás desse marzão, não tinha como não ser, né? – e a ilha toda parece linda. Oia me chama muita atenção pelo pôr-do-Sol obviamente, mas essas casinhas brancas construídas na pedra e igrejas com telhado azul combinando com o mar também não são nada mal, né?

  1. 8. Fazer compras.

Quase que eu coloquei a feira Hippie de BH aqui nesse item porque eu simplesmente AMO a feira hippie e se você me ver com uma blusa/saia/vestido diferente pode imaginar que é de lá. Mas aí eu estaria em BH e… não tem sentido, né? Não conseguia pensar numa resposta, mas conversando com o namorado ele falou “nossa, imagina você nas lojas de roupas indianas?” e aí pensei bem e… é, minha mala voltaria bem recheadinha. Fui pesquisar mais e descobri o Dilli Haat – um mercado a céu aberto em Déli, India. Achei bem legal e resolvi colocá-lo aqui.

  1. 9. Pra balada.

Ok, novamente, sou a pessoa que nunca pisou numa balada e que muito dificilmente gastaria uma noite de uma viagem numa balada – juro, não faz sentido nenhum pra mim. Não faço ideia do que colocar aqui. Aí resolvi escolher um lugar que quero conhecer – não por balada nenhuma, só por conhecer mesmo – e, no caso, passar uma noite nesse lugar lindo fotografando esse céu incrível! Aah, é uma reserva sem poluição luminosa na Nova Zelandia – Aoraki Mackenzie International Dark Sky Reserve.

  1. 10. Ficar sozinho.

Não tenho muita vontade de viajar PRA ficar sozinha, mas sim de viajar sozinha – sim, há uma grande diferença aí – e isso torna um pouco difícil pensar em viajar PRA ficar sozinha. Acho que nessa situação me sentiria mais confortável no Brasil – acho que estar sozinha num lugar onde ninguém fala seu idioma deve ser um pouco solitário DEMAIS… Quase escolhi Ouro Preto, mas já fui algumas vezes e pensei que algo que eu não conheça seria mais legal… Lembrei desse post  do Tá Indo pra onde? e, mantendo a ideia de cidade histórica mineira, escolhi São João Del Rei… acho que seria incrível!

É isso pessoal! Adorei responder essa TAG e espero que gostem de ler! Me contem: vocês iriam para algum lugar igual ao meu em alguma dessas situações? Quais? E se não, pra onde iriam? Me contem! Aaah, e se já responderam ou responderem essa TAG também não esqueçam de deixar o link aqui pra mim…. vou adorar ler!

33 Comentários
25 06 2016

18 antes dos 18 – Metas concluídas!

18 antes dos 18 - Metas concluídas!

Bom, há tempos que no dia do meu aniversário tem um post BEM pessoal aqui, né? Acho que é uma forma gostosa de comemorar com vocês! Esse ano em fevereiro fiz um post com algumas metas que queria concluir antes dos 18 anos baterem à porta, e agora venho mostrar o resultado pra vocês: até fiquei bem feliz, conclui grande parte das metas e isso deixou ainda mais claro pra mim que estabelecer metas a não-tão-longo-prazo funciona melhor pra mim que fazer aquelas listas de ano novo, sabe?

Eu queria gravar um vídeo explicando melhor o que aconteceu com cada item da lista e esse post teria só a lista com as metas riscadas ou não, mas não consegui gravar: essa semana foi tensa, teve insônia, teve stress, teve TPM e até fiquei meio dodói mas já tá tudo ok de novo. Com isso, o post fica um pouco maior do que eu planejava, mas vamos lá!

]]

METAS PESSOAIS

1- Refazer meu segundo furo!

É.. Novamente, essa meta ficou esquecida. O grande problema é: minha mãe precisava autorizar pra eu concluir essa meta antes dos 18 anos, mas… Nunca coincidia da gente ir perto da farmácia juntas num horário que funcionasse.

2- Me aventurar mais na cozinha (ou “aprender pelo menos o suficiente pra sobreviver”)

É, talvez essa meta tenha se concluído de uma forma diferente, mas com certeza me aventurei mais na cozinha (a nova categoria “receitas” aqui não me deixa mentir!) e mesmo tendo focado mais nos doces, tô feliz com o resultado.

3- Ler pelo menos 5 livros (3/5)

Meio que falhei nessa meta… Li 3 livros nesses 5 meses, o que é BEM pouco, mas já fiquei feliz depois de não ter lido quase nada o ano passado inteiro. Não é uma meta concluída, mas já dá pra comemorar.

4- Completar mais um mês do Desafio primeira

SIIIM! Em fevereiro conclui essa meta, com um atrasinho ou outro mas não importa: fotografei e postei todos os temas e fiquei muito feliz! Agora em junho tentei de novo, mas com o corre corre que foi e cheio de idas pro sítio, acabei me atrasando muito e desistindo… Mas de ter completado em fevereiro já fiquei feliz!

5- Fotografar todo dia (ou quase todo dia)! ?

É, comecei essa meta muito bem e depois… fuen fuen fuen fuen. Não consegui mas diria que fotografei 89% dos dias desde que a meta foi estabelecida… Dá pra ficar feliz.

6- Comprar um livro sobre fotografia. 

SIIIM! Como contei no post sobre a Bienal do Livro, comprei o livro “Leia isso se quer tirar fotos incríveis” com um preço super bacana! Já comecei a ler e estudá-lo e tô gostando bastante!

PÉS

7- Ir a dois shows. (1/2)

Bom, nesse caso fui só em 1 dos 2 shows, mas levando em conta que foi um show dos Rolling Stones acho que essa meta foi bem, né? Queria muito ter ido num do Cícero que teve em BH e outro do Teatro Mágico, mas faltou companhia então ficou pra próxima.

8- Ir ao cinema sozinha!

SIIIM! Queria ir ao cinema sozinha só pra ver como me sairia, sabe? Ultimamente tenho conseguido sentar sozinha num restaurante e comer sem me sentir constrangida e achei que ir ao cinema sozinha seria um bom próximo passo… Um dia a aula acabou mais cedo, dei a louca e fui direto pro cinema… O único filme que tinha ingresso e horário possível pra mim era Mother’s Day – ou, em português, O Maior Amor do Mundo- e apesar de ser um filme bem bobinho foi divertido ir sozinha – e comer um pacote de pipoca tamanho “gigante” sozinha!

9- Fazer uma limpa no meu guarda-roupa (Sem dó!)

SIIIM! Mais uma meta que fiquei feliz de concluir.. Tinha muitas peças de roupa e alguns sapatos que nem lembrava ter, que nunca usei, que não gostava mais, que não fazia sentido sabe? Agora já foi tudo pra doação e meu guarda-roupa está mais com a minha carinha ❤❤

10- Me habituar a usar agenda 

SIIIM! Bom, não a agenda em si, mas me acostumei a imprimir um planner mensal todo mês e pregar na parede do quarto pra ter uma visão geral do mês, além de ter feito um caderninho super fofo de “planner”… Lá anoto ideias e dados do blog, coisas que preciso fazer no dia seguinte e tudo o que preciso ter anotado, é ótimo!

11- Conhecer 5 bandas novas ? 

Olha, essa eu não sei estabelecer quantas bandas novas eu conheci. Na verdade, comecei a ouvir um tanto de coisas que não ouvia tanto antes ou que mal mal conhecia (por exemplo, Ed Sheeran, John Mayer, Mumford & Sons e várias outras coisas da playlist que postei no Taking Stock). Como foi uma grande quantidade de gente nova na minha playlist, vou marcar como feita

12- Assistir 10 filmes (não repetidos!)

Olha, essa me surpreendeu bastante, viu? Sou super de ficar na minha zona de conforto e apelar sempre pros mesmos filmes, mas… Ainda em fevereiro passei uns dias atoa na casa da minha tia e pronto, meta concluída. Sim. Um fim de semana, mais de 10 filmes. E no total desde então, com os filmes que assisti com o moço, os filmes que assisti sozinha em casa, os filmes que vi no cinema… chuto que mais de 30 novos filmes.

Capturar

METAS PARA O BLOG

13- Fazer um look do dia!

YEEEY! Se você acompanha o blog deve ter visto o meu primeiro look do dia, que foi fotografado na bienal do livro… Fiquei super feliz que muita gente gostou e já tô com vontade de fazer mais! Que tal um com esse climazinho delicioso de inverno?

14- Ter um layout só meu

OK! Se não me engano foi em março que o blog ganhou carinha nova e exclusiva! Até hoje fico babando no quão lindo eu tô achando tudo por aqui… Quem fez tudo foi o pessoal da Semantike e ó: super indico! Foram super fofos e pacientes e se esforçaram muito pra deixar tudo do jeitinho que eu imaginava, o preço foi maravilhoso, foram muito atenciosos, tudo foi entregue no prazo certinho! Amei demais!

15- Pelo menos 4 posts por mês

Tá aí mais um resultado que me surpreendeu: desde fevereiro todo mês teve MAIS que quatro posts, alguns tiveram 6, outros 8… Tenho conseguido postar numa frequência bacana e o resultado tem sido ótimo! Fiquei com medo de me empolgar no início e não conseguir manter o ritmo, mas nesse quesito… palmas pra mim! Hahahah

16- Mais receitas (doces!)

OK! Essa meta até ficou parecendo meio repetida, mas além de fazer mais doces (e outras comidas também, apesar de em menor frequência) consegui trazer até agora pelo menos 1 receita por mês! Fico muito feliz de ver que é um dos posts com maior feedback e todo mundo tem curtido bastante… Eu adoro fazer e vocês curtem ler, tem combinação melhor?

17- Movimentar a página do facebook!

Tá aí algo que não sei lidar: a página do blog no face… Eu simplesmente não sei o que postar, não lembro dela, não consigo interagir muito por lá… Todas minhas redes sociais funcionam bem legal, mas ela não vai MESMO. Tem alguma dica pra me ajudar a melhorar isso?

18- Posts sobre fotografia

Mais uma meta concluída, êêêê o/ Bom, na verdade só saiu sobre fotografia mesmo o último post, com 5 dicas para deixar suas fotos incríveis, mas já fiquei bem feliz com ele e já tem alguns outros posts salvos nos rascunhos aqui prontinhos pra postar! Então, meta 18 concluída o/

Bom, no final das contas só faltaram 4 metas para concluir e delas 2 ficaram pela metade, então tô bem feliz! Agora me contem: vocês gostam de fazer metas assim? E o que acharam do post? Se identifica com alguma dessas metas? Me conta nos comentários! Agora vou ali passar meu dia junto com pessoas especiais e comer coisinhas gostosas e todas essas coisas de aniversário, mas já já volto pra responder todo mundo, ok? Beijos, até mais!

16 Comentários