06 02 2017

O pôr-do-Sol em Nova Viçosa – BA

O Pôr-do-Sol em Nova Viçosa - BA

Primeiramente, gostaria de dizer que a pessoa que vos fala é uma péssima blogueira que não carrega a câmera pra todo o lado e que é incapaz de lembrar de fotografar as coisas com o celular. Além disso, faz quase 3 semanas que voltei de viagem e só agora vim mostrar um pouquinho pra vocês. Tenham paciência, e, quem sabe, daqui há um tempo eu aprenda o que não aprendi nesses quase 6 anos de blog. E, se quiser me ajudar nessa tentativa, que tal responder a Pesquisa de público do blog? Juro que é rapidinho! Mas vamos lá que tem muita foto linda pra ser mostrada e muita lembrança gostosa pra ser comentada!

No final do ano passado, mais especificamente dia 26, depois das deliciosas e saborosas comemorações do Natal, eu, o João e os pais dele pegamos estrada pra Nova Viçosa, na Bahia. O Ferrari, pai do João, tem uma casa lá com vários amigos e fomos passar a virada de ano lá.

Nova Viçosa é uma cidadezinha no sul da Bahia, e depois de muuuuitas horas de carro (parando pra dormir em Itambacuri no meio da viagem) chegamos à casa ainda vazia, só com 2 pessoas. O João riu e falou que eu ainda não tinha conhecido Nova Viçosa, porque com a casa vazia daquele jeito nem parecia que era o mesmo lugar… Alguns dias mais tarde eu entendi.

Conforme o réveillon se aproximava, a casa ia ficando cada vez mais cheia… muitas crianças e bebês fofíssimos, muito movimento, muita comida gostosa (peixe ❤❤), muita música… E os dias entre a agitação de casa cheia e a tranquilidade de férias na praia. Eu achei que ia cansar super rápido de tanta gente, até por morar sozinha com minha mãe, mas foram poucos os momentos que isso aconteceu e eu simplesmente deitava um pouquinho na nossa barraca e pronto!
_DSC0015
Todos os dias acordávamos, tomávamos café, íamos pra praia,  ficávamos lá comendo, conversando e nadando até a hora do almoço… Voltávamos pra casa pra comer a comida deliciosa da Caçula ❤ e deitávamos na varanda, que virava um dormitório gigante. Ficávamos lá horas curtindo preguiça, lendo, cochilando, tomando picolé, brincando com as crianças, mordendo os bebês, e, quando o Sol da Bahia já não estava castigando tanto mais, voltávamos pra praia. E aí, pouco depois, entre mais comida, banhos de mar e jogos de vôlei, acontecia o que mais me encantou nessa cidade, nessa viagem: o pôr-do-Sol. E cês me desculpem pela quantidade de fotos dele, não pude resistir.
_DSC0023
_DSC0036
_DSC0176
_DSC0204

A noite, íamos pro Centro da cidade comer churrasquinho, hambúrguer, pizza e churros -na verdade, a comida variava, mas o churros era regra hahahah… Depois, algumas vezes andávamos pelas barraquinhas, íamos tomar a cachaça do Seu Bibi, voltávamos até perto da casa andando e íamos pra praia ficar deitados vendo o céu… Falando nisso, que céu! Nunca tinha visto tantas estrelas, estrelas cadentes e até um OVNI que gera discussão na turma até hoje hahhah… Adoramos brincar com o aplicativo Skyview lá e conseguir identificar as Constelações, planetas… E teve até um dia que teve luau na praia com direito a fogueira, música… só com o pessoal da casa!

Poucos dias depois da virada do ano, fizemos um passeio de barco delicioso – sou suspeita, eu simplesmente amo estar em um barco, sempre. Novamente, só com gente da casa e pra uma ilhazinha linda… Que não sei o nome, hahah! Estávamos lá tranquilos tomando banho de rio ~que tem água salgada pela proximidade com o mar~ quando de repente… aparece um porco! Hahahah… nunca imaginei que veria um porco na praia! Ele chegou, deitou na água, ficou uns 5 minutos… Depois sua companheira veio também e os dois foram andando ela beira da praia pra longe… Depois, um menininho apareceu e tocou eles… descobrimos que são do tio desse menino que vive lá!
_DSC0081
_DSC0117
_DSC0120 
_DSC0141

_DSC0148

Quando eu achava que o pôr-do-Sol não podia ficar mais bonito, ele resolveu vir acompanhado da Lua cheia! Basicamente, no último dia que ficaríamos lá, enquanto o Sol se punha de um lado da praia, a Lua nascia do lado oposto! Obviamente que fiquei até boba com essa cena… Mas aproveitei pra tirar muitas fotos, e até um videozínho rendeu! (Assim que terminar de upar no youtube coloco aqui, hahah!). Vou finalizar esse post assim, com as fotos do clima bom e feliz que esse último dia de praia deixou… Não se esqueçam de me contar o que acharam das fotos e me contar como foram as férias de vocês!

_DSC0239
_DSC0266
_DSC0274
_DSC0279
_DSC0297

1 Comentário
26 01 2017

Pesquisa de Público – vem me contar quem é você!

Pesquisa de público 2017 - blog A Menina da Janela

Vez ou outra é bom saber com quem estou conversando. Por mais que a gente interaja bastante aqui nos comentários e em todas as redes sociais (minhas e do blog!), é bom entender melhor quem é cada um que me acompanha, do que mais gosta, o que preciso postar mais, o que já encheu o saco… Esse tipo de coisas! E não existe momento melhor pra isso que o início do ano, não é mesmo? Com o pique todo pra começar novos projetos, reviver os antigos, pensar fora da caixinha… E pra me ajudar com isso, que tal responder a pesquisa de publico do blog? Juro, é rapidinho e faz uma diferença enorme! E não se preocupe, a pesquisa é anonima! Você pode dar sua opinião sobre mim, sobre o blog, sobre o layout, fazer críticas construtivas, elogios fofos, dar dicas… vou adorar!

P.s.: Vocês viram que o blog agora tem uma colaboradora? A Lívia vai escrever aqui de 15 em 15 dias e se tiverem alguma mensagem pra ela, sugestão de post ou comentário, podem deixar no formulário também que eu repasso pra ela!

Pesquisa de público – A Menina da Janela 2017

Bom, desde já agradeço a todos que responderam! E claro, se não conseguiu dizer tudo o que tinha pra dizer, os comentários estão sempre aqui! Leio todos com muito carinho e respondo sempre que possível! Além disso, todas as redes do blog são sempre abertas para dúvidas, mensagens de carinho, sugestões, reclamações… E ainda, se quiser, pode me mandar um email! Deixarei todas as informações de contato aqui no fim desse post para facilitar!

Email: laurarnolasco@hotmail.com ||Facebook || Instagram || Twitter

3 Comentários
24 01 2017

Filmes para assistir nas férias: indicações + review

Filmes para assistir nas férias!

Oi! Meu nome é Lívia e eu sou a nova colaboradora do Blog. A Laura uma vez por a cada 15 dias irá me passar um determinado tema e eu vou escrevê-lo, sobre filmes, séries, músicas e qualquer coisa que der na cabeça dela. Tenho 18 anos, aspirante a escritora e futura jornalista. Moro no Rio de Janeiro e sou geminiana com ascendente em alguma coisa que eu nunca sei porque minha mãe sempre esquece a hora que eu nasci. Meio extrovertida e fã de bandas, nasci pra falar sobre política e sobre todos os livros do Oscar Wilde.

Espero que gostem da minha companhia e aproveitem meus posts. Minhas redes sociais são @_livialimis (twitter) e @Its_livialima no Instagram. Escrevo um pouco lá no wattpad também, então pra quem se interessar, meu user é @robberstyles.

Como hoje é a minha estreia aqui no blog, a Laura me pediu pra fazer um post de indicações de filmes, e eu aproveitei que as férias estão acabando e vou fazer algo um pouco diferente. Vou fazer um review de todos os filmes que eu vi no cinema nesses meses e de séries também, então tem coisa que eu gostei, coisa que não, e por aí vai. O intuito do post é eu ser o mais sincera possível dando a minha opinião, e eu espero que gostem.

Então vamos lá que eu sou a melhor crítica cinematográfica que você respeita:

 

 

 

 

 

Rogue One: A Star Wars history.

 

Fui assistir Rogue One no cinema sem um pingo de vontade, sério. Nunca fui muito fã da franquia Star Wars, mesmo só tendo visto 2 filmes completos (O episódio IV e o II?), e estava bem desanimada. Acontece que só dentro da sala de cinema é que meu irmão mais velho me explicou que o Rogue One não era uma continuação, e sim uma história paralela. Mas isso nem fez diferença no final das contas, porque eu simplesmente achei incrível de qualquer maneira.

O enredo é ótimo, os personagens são muito trabalhados, como se cada um tivesse sua própria importância e a mensagem do filme (do começo ao fim) é linda e importantíssima. Como eu não manjo muito da franquia e da história em si, perguntei pra algumas pessoas e elas afirmaram que ele faz revelações importantes e também é muito explicativo. Isso é bom, porque agrada quem é fã e os que não são.

O filme conta a história da Jyn Erso, filha de Galen Erso que é um designer de armas que foi recrutado pelo Império Galático a fim de construir a estrela da morte. Depois de passar anos escondida, o filme praticamente é a busca de Jyn pelo seu pai e sobre o misterioso segredo (e legado) que ele a deixou, numa missão a ser concluída ao lado dos rebeldes e amigos que ela encontra no caminho.

Não tem como não gostar. A primeira hora de filme pode ser meio cansativa para aqueles que não gostam de detalhes, mas da metade pro final é simplesmente animado e cheio de plots que deixam a gente agitado na sala de cinema, morrendo de vontade de saber o que vai acontecer.
Vale a pena ver, vou ver de novo quando sair em DVD e cá entre nós, não tem como não shippar a Jyn e o Cassian, fala sério.

Inferno

 

Esse filme foi meio que o contrário de Rogue One: Só faltava eu ir pro cinema com uma blusa e um cartaz escrito “Eu amo Dan Brown” de tanta empolgação e expectativa que eu tava. Como uma fã nata da saga Código da Vinci desde pequena, eu esperava que esse terceiro filme fosse tão bom (ou ainda melhor) do que os outros, mas não foi isso que aconteceu. Eu gostei, porém esperava mais. Bem mais.

O enredo é ótimo pra quem gosta de história geral ou do livro do Dante Aliguieri, “A divina comédia”, mesmo que eu tenha achado um pouco ‘bobo’ de certa forma. O filme faz exatamente uma apologia a primeira parte do livro “O inferno de Dante” e conta a história do Robert Langdon (o mesmo Robert dos outros 2 filmes) e sua saga a fim de resolver um enigma na busca de retomar sua memória e pôr seus pensamentos em ordem. Eu achei cansativo e meio previsível. O filme tem dois plots twists: Um bom e outro meio (?), mas acho que não foi suficiente para manter aquele drama especial que a maioria dos filmes do Ron Howard possuem, e acho que isso me decepcionou um pouco. Só fui pega de surpresa uma vez assistindo, o que pra mim foi uma baita novidade.

Em relação a trilha sonora, magnífica como sempre. Não importa o filme, Hans Zimmer nunca decepciona, e a clássica “Chevaliers de Sangreal” está presente em várias cenas, fazendo a gente ter a sensação nostálgica dos outros longas.

Na minha concepção foi bom, mas só isso. Eu literalmente sou apaixonada pela Felicity Jones, mas a personagem dela (Sienna, que ajuda Robert na maior parte do filme) não me cativou nem um pouquinho. Não sei se meu subconsciente já estava esperando algo do nível Sophie (Código da Vinci), mas não consegui gostar dela e nem da atuação. Deixou a desejar, diferentemente de Rogue One, que ela atuou maravilhosamente bem e cativante. Pra vocês verem como um papel certo faz a diferença, não é?

Enfim, não valeu a pena pra mim, mas pode valer a pena para outros. Não desencorajo ninguém a ver, mas se está esperando algo do nível dos outros filmes do Ron, não recomendo. Já saiu do cinema, então se vocês quiserem dar uma chance: Aluguem ou esperem sair no Netflix, hehe.

Sing: Quem canta seus males espanta.

 

“Abram espaço crianças, porque a rainha das animações chegou.” Essa sou eu na fila do cinema antes de ver Sing, uma animação maravilhosa que me deixou de queixo caído. Gosto desse gênero mas nunca deixo de ser crítica, então quando eu gosto, eu gosto mesmo, levo a sério como qualquer outro filme.

Eu me apaixonei pelo trailer, achei divertido e lotado de referências (algo que amo e acho importantíssimo em filmes infantis) mas olha, o longa superou todas as minhas expectativas que já estavam bem altas.
O enredo conta a história de alguns animais quem nasceram com o dom do canto. Uns admitem isso, outros não, mas todos estão ali a fim de conseguirem vencer um concurso musical realizado pelo coala, Buster Moon, dono de um grande teatro. A moral do filme é de amolecer corações, e tem tanta música boa (e famosa) que eu no cinema não sabia se cantava junto com os personagens ou se assistia ao filme. Não posso mais falar nada sobre a história se não dou spoiler, mas posso dizer que minha personagem preferida é a Meena e se eu peguei o brinde dela no McDonalds assim que eu saí do cinema, bem, ninguém precisa saber.

Já quero ver de novo, um milhão de vezes!

Black Mirror

 

Pra ser sincera, vi black mirror mais por causa do grande sucesso que estava fazendo do que por outra coisa. Meu irmão, minhas amigas e a internet inteira se juntou numa causa gigantesca chamada: ‘Lívia vai ver black mirror.’ E como indicações demasiadas assim são como ordens, lá fui eu. O resultado foi: Vi duas temporadas num dia só.

Não se assustem. A série é muito pequena então a quantidade de episódios por temporada é ridícula, mas mesmo assim foi meio inesperado porque raramente eu faço maratonas desesperadas assim. Mas enfim, vamos voltar ao assunto sobre o que eu achei da série e de seus episódios:

Cada episódio de black mirror é diferente. É um enredo diferente, atores diferentes, tudo. Como se cada capítulo fosse um curta-metragem, e eu achei isso genial. Fazia muito tempo que eu não acompanhava um seriado assim, sem uma história contínua estilo novela, e foi bem renovador.

Vale lembrar também que a série é muito (muito mesmo) crítica e metafórica. Cada episódio traz uma mensagem diferente e é também muito futurística. Novas tecnologias que possivelmente teremos no futuro são os assuntos mais abordados, então pra quem se interessa pelo assunto: É a série da sua vida.

Eu gostei da maioria dos episódios, o problema é que é uma série meio intensa demais, e todos os capítulos não tem aquele típico “final feliz” que estamos acostumados. Ela serve pra abrir os seus olhos, e não pra te satisfazer. Eu diria que esse é o único ponto fraco, mas é bem relativo. Me deixou meio agoniada na primeira temporada, mas depois me acostumei.

A trilha sonora é ótima, e mesmo a série sendo futurística, traz de volta músicas antigas e clássicos maravilhosos. Meu episódio preferido de longe é o San Junipero (Yorkie e a Kelly são o casal da minha vida, sério.) e o White Christmas. Tem outros muito bons e uns meio chatinhos, mas é tudo muito subjetivo, já que isso é pura questão de gosto e opinião.

Enfim, a série é ótima e eu super recomendo pra ver nesse finalzinho de férias, é emoção (e desgraçamento da cabeça) garantido!

Triplo X: Reativado.

 

Esse é o último filme que eu vi no cinema, e não mentir pra vocês, preferia ter ficado em casa. Amo filmes de ação desde nova, franquias como 007 e missão impossível são as minhas preferidas, por exemplo, mas esse filme simplesmente não desceu.

O longa tem como personagem principal o X, um desses praticantes de desportos radicais que consegue fazer as missões mais difíceis que os espiões normais não conseguem. Ele e a sua equipe tentam salvar o mundo de um controle que atrai satélites e que acaba nas mãos dos russos. Uma história meio boba, porém boa, o filme em si que não é muito bem feito. As cenas de ação são legais, mas os diálogos são muito fracos, previsíveis. Não consegui ser pega de surpresa nem uma vez se quer, e saí do cinema decepcionada.

A única atuação boa na minha opinião foi da Deepika Padukone, a qual eu tive prazer de conhecer pela primeira vez nesse filme. Ela atuou muitíssimo bem, já quero ver o rostinho dela em outros longas. E outra atuação maravilhosa foi a da Ruby Rose, que não decepcionou. Sua personagem era incrível e seu carisma só fez minha admiração por ela aumentar.

A trilha sonora foi típica de filmes de ação juvenis: Hip Hop e R&B. Não tenho nada a reclamar, até porque eu acho que combina bastante, mas também nada surpreendente.

Cada um tem seu gosto, mas eu me arrependi na hora de não ter visto Moana ao invés desse filme. 🙁

Mas pra quem ficou interessado, ainda está em cartaz então corre que dá tempo.

 

 

E é isso. No final das contas foram poucos, mas foi o que a minha rotina pós-vestibular me deixou assistir nesse curto período de férias. Espero que tenham gostado e até a próxima. Não esqueçam que cada um tem a sua opinião e os comentários servem pra vocês debaterem.

Até mais!

2 Comentários
19 01 2017

Uma semana em Delfinópolis – Pt 2

Delfinópolis

Comecei a contar aqui de como foi a semana que passei em Delfinópolis em Novembro, e depois disso já rolaram 2 outras viagens: uma rapidinha pro “pré-natal”(comemoração antecipada do Natal que a família do João faz pra todo mundo poder encontrar ♥) em Viçosa e outra pra Nova Viçosa, que acabei de voltar e já já conto mais. Mas com a correria, acabou acumulando e nem terminei de postar as fotos de Delfinópolis. Então, aqui estou eu né?

Chegamos em Delfinópolis no dia 9 e dia 14 teria uma super Lua. Já estávamos animados com pegar o evento em um lugar tão lindo e longe da claridade das cidades grandes… Mas, como eu disse no outro post, no dia 10 começou a chover e não parou nunca mais. As fotos aqui de baixo mostram como estava o céu no dia 14 de tardinha, pra acabar de vez com minhas esperanças de ver e fotografar a super Lua.

_DSC0263
_DSC0271
Super Lua não teve, mas o João fez um peixe assado no sal (? não sei explicar direito, mas enfim) e a gente fez pizza: cada um abriu uma e recheou do jeitinho que quis, foi uma delícia a noite! Comemos muito e ficamos curtindo o friozinho, a chuva, o calor do fogão à lenha. E eu fiquei numa história de amor seríssima com essa cadeira-balanço linda. Quero uma dessas (com a vista, claro!) no meu quarto!
_DSC0255
_DSC0285
_DSC0211
_DSC0205
_DSC0186
_DSC0197
_DSC0237
_DSC0242

No dia seguinte a noite, a chuva parou e o céu abriu… O dia da super lua já tinha passado, mas a lua ainda tava lá cheia, gigante e maravilhosa! Tive certa dificuldade pra fotografar pois, como já disse aqui algumas vezes, só tenho a lente do kit (18-55mm) e aí muitas vezes as fotos ficam beeem de longe e preciso cortar muito… Mas ainda assim, fiquei feliz com os resultados!
_DSC0487
_DSC0490
_DSC0515

No último dia, pra fechar com chave de ouro, acordamos e o Sol já estava quente. Deu tempo de tomar um banho de represa e visitar a pousada de uns amigos do Luiz. O legal é que dava pra ver a casa do Luiz de lá do outro lado da represa- é a única casinha que aparece ali na foto! No fim do dia, um Pôr-do-Sol maravilhoso com direito a fotos com carinha de we♥it tirada pelo namorado hahah ♥ E assim foi nossa semana em Delfinópolis! Não esqueçam de me contar o que acharam das fotos!
_DSC0314
_DSC0316
_DSC0413
_DSC0482
_DSC0535
_CSC0479

20 Comentários
16 01 2017

Taking Stock #4

_CSC0479

2016 terminou, 2017 começou e eu dei uma sumidinha daqui, né? Mas acho que ainda dá tempo de desejar um novo ano maravilhoso e cheio de conquistas pra todo mundo!

Bom, estive viajando e quase quebrei a tradição de postar o #takingstock de 6 em 6 meses, mas ainda dá tempo, né? Gosto muito da ideia do projeto por falar um pouquinho de coisas pessoais, dar uma “visão geral” da minha vida nos últimos 6 meses e compartilhar coisas que tenho feito e amado! Pra quem não conhece o Taking Stock, é basicamente uma lista de verbos que tenho que responder pra contar o que tem rolado na minha vida! O último que fiz foi em junho… Vamos ver o que mudou desde então?

#Ouvindo… Voltei a ouvir um pouco de The Pretty Reckless, uma banda que eu amava há uns anos atrás. Também tenho ouvido bastante uma anda que conheci que se chama Pitanga em pé de amora! Achei fofíssima!


#Lendo… A dança cósmica das feiticeiras, um livro sobre bruxaria. Tô amando, mas é em intenso e aí as vezes preciso dar uma pausa. Mas já tô selecionando coisas pra escrever uma resenha.

#Agradecendo… Pelas oportunidades que tem surgido. Pelas viagens, os amigos, as loucuras. ❤

#Pinnig… Esses últimos dias foram corridos, então não sei muito o Pinterest… Mas tenho buscado bastante inspiração pra fotografias. A pasta Feminino Externo (que é meu tipo de ensaio favorito) tem sido a mais movimentada!

#Estudando… Fotografia e bruxaria ❤ Cada dia mais apaixonada! Aaah, e também tô estudando pra tirar carteira de motorista 🙂

_DSC0291#Pensando… No que vou fazer da vida ano que vem. Essa coisa de esperar resultado do Enem é um tantinho angustiante, não é?

#Assisitindo… Gilmore Girls. Todo dia. Toda hora. Todo momento. Sério, nunca tinha visto e em umas duas semanas assisti  temporadas e já tô chorando porque tá chegando no final! AAah, e também tô assistindo Call The Midwife… Acho a ideia de parteiras tão incrível e a série tem tanta coisa linda pra ver e pensar sobre!

#Necessitando… Do resultado do Enem, de mais trabalhos de fotografia e de fazer um cartão de visitas pra mim.

#Planejando… Terminar de decorar meu quarto, montar um portfólio de fotografia além do instagram e planejando me planejar melhor esse ano!

#Desejando… alguns materiais de fotografia e uma vaga na UFMG // em outra universidade bacana é pedir demais?

#Amando… As viagens e dias com uma pessoa tão especial, meus novos óculos e lentes de contato – gente, fiquei 2 anos sem ir no oftalmologista, agora voltei a enxergar em HD! não façam isso crianças – e Gilmore girls COF COF já falei desse vício mas o que custa repetir né?

 

#Vestindo… BH essas últimas semanas foi uma loucura: de noite um frio imenso, de dia um calor infernal. E aí, Tcharam! Temos uma Laura gripada! Mas aí viajei (ainda sarando da gripe) e como o destino foi a Bahia (falarei e mostrarei mais em breve) a mala só tinha vestidos. AMO vestidos.

_DSC0176

#Comendo… Pouca coisa porque TÁ CALOR QUAL A GRAÇA EM COMER? Percebam que minha tentativa em ser Pollyana no post sobre o verão ficou só no post mesmo. Mas agora falando sério… não sei o que responder. Tô meio que “de férias”, aquele período que a alimentação é totalmente desregulada e nada saudável e tals.

#Sentindo… Um tantinho de ansiedade, um tantão de alegria com os últimos trabalhos com fotografia… Enfim, bastante coisa.

#Desfrutando… Dos momentos com o moço, das comidas gostosas das festas de fim de ano, da capacidade de enxergar em HD novamente e das noites ainda friazinhas que tem me deixado com o humor um pouco melhor.

É isso pessoal! Espero que gostem do post, do projeto, das minhas respostas… Se identificou com algo? Já conhecia o Taking Stock? Participa também? Me conta! Também vale me apresentar playlists novas, painéis no pinterest, qualquer coisa!

21 Comentários
23 12 2016

Resultado: 40 coisas em 100 dias!

Dia 19 de novembro terminou o prazo do meu projeto 40 coisas em 100 dias , proposto pela Clara pra gente lá do Bloginspira! Demorou um pouquinho porque as coisas andaram corridas por aqui, mas hoje, vim contar o resultado pra vocês e falar um pouquinho mais sobre cada uma das coisas! Já adianto que fiquei MUITO feliz com o resultado e pretendo recomeçar o projeto ❤ Já comentei por aqui e repito: adoro criar metas a curto prazo, acho que fica muito mais fácil conseguir focar em todas e cumprir tudo! Sem mais enrolação, porque esse post já vai ficar gigante!

Legenda:

-Completa!
-Em processo / falhou!
 -Desisti

40 coisas em 100 dias

Data inicial: 11 de Agosto || Data Final: 19 de Novembro

Categoria: A Menina da Janela

1. Ter pelo menos 1 post por semana – Fiquei muito feliz com o resultado desse meta: falhei uma única semana, mas foi por um motivo válido… E no último mês do desafio, consegui voltar à “minha frequência ideal” de 2 posts por semana ❤

2. Liberar 3 vídeos ou mais no canal – Liberei 2 vídeos apenas: Tudo sobre o coletor menstrual, um dos vídeos que mais gostei de gravar na minha vida e sobre um dos meus assuntos preferidos! E o Tattoo Lovers, uma TAG super legal! Mas contei esse item como válido porque tenho mais 1 vídeo gravado e editado, no dia que fui postar antes de viajar… A internet caiu! Portanto, daqui há uns diazinhos eu posto, mas considerei como válido!

3. Postar sobre fotografia no mínimo 4 vezes – Aqui eu não pensava em nada especifico, apenas posts pra TAG fotografia, voltados pra fotos… E consegui!

4. Postar 1 look do dia – Aqui falhei feio. Pensei várias vezes em pedir o João pra fotografar o look mas… Todas as vezes, deixei passar 🙁 Fica pra próxima!

5. Fechar mais 1 mês do Desafio Primeira Desisti. Até tentei, tentei também o #thefabulousproject… Mas no fim das contas, esse tipo de projeto não tá funcionando mais pra mim.

6. Postar 3 receitas – Consegui! As receitas foram Petit Gateau de chocolate, torta mousse de chocolate com morango e cheesecake com calda de maracujá!  Aliás, se tem uma categoria que tenho amado no blog ultimamente, é a de receitas!

7. Fazer 1 Pequenas Alegrias – Falhei. Agosto foi uma loucura, setembro mais ainda e outubro nem falo… Ficou difícil pensar em coisas felizes…  mas pretendo fazer agora em novembro ❤

8. Sair para fotografar 3 vezes – YEY! Consegui ❤ E uma dessas saídas rendeu as fotos da Laurinha, minha xará fofíssima!

9. Postar 5 dos posts que estão nos rascunhos há muito tempo – Não cumpri, mas fiquei feliz com o resultado… 2 posts que estavam nos rascunhos há tempos saíram: 5 feeds incríveis para seguir no instagram e TAG: Uma lista sobre o tempo e muitos que estavam ocupando espaço e preocupação lá foram excluídos também!

10.  Pedir um help! para melhorar a edição de vídeo – Foi diferente: meu “Help” foi pros vídeos no youtube, mas aprendi bastante coisa e já vi uma melhora incrível na minha edição!

11. Responder todos os comentários a cada post novo – Eu estava indo bem nessa meta… Aí a Amelie, minha gatinha, morreu. E aí eu não consegui mais responder os comentários de um post que comentei que ela tava dodói e todo mundo desejou melhoras… Depois disso, só desandou. Ainda não tinha conseguido contar isso aqui assim diretamente, e foi bem doído escrever isso agora.

Categoria: Estudos e cultura

Livro
12. Fazer as provas de 2014 e 2015 do Enem – Comecei, mas percebi que não me ajudou muito e procurei outras formas de estudar nessa reta final.

13. Ler, pelo menos, 2 livros – Li quase 1, só. É horrível essa dificuldade pra ler… Mas enfim, uma hora consigo voltar pra minha paixão.

14. Terminar o curso de fotografia do Prime Cursos – Desisti porque gastei esse tempo fazendo muitos workshops, vídeo-aulas… Acho que, no fim das contas, foi uma meta “concluída” também, mas de maneira diferente.

15. Ir ao cinema no mínimo 2 vezes – Fui 2 vezes sozinha, mais 2 acompanhada ❤ fiquei bem feliz com isso! Sozinha assisti Inferno, que foi o meu favorito desses 4!

16. Resenhar 1 livro e tentar postar – Ainda quero resenhá-lo. Só não terminei de ler ainda hahaha.

17. Tirar mais que 80% da nota de uma prova – Poucos dias depois de fazer a lista, recebi a nota de uma prova que fechei ❤

18. Conhecer 3 bandas novas – Anavitória eu já conhecia um pouquinho, mas explorei e descobri muito mais! Pitanga em pé de amora virou uma nova paixãozinha. Não conheci uma terceira, mas gostei TANTO dessas duas que achei válido também!

19. Conhecer 1 novo museu de Belo Horizonte – Fiquei triste de não cumprir essa… acabo sempre voltando nos mesmos museus por aqui, e nesses 100 dias não foi diferente.

20.  Assistir 5 novos filmes – Acho que só nos últimos fins de semana chuvosos já foram mais de 5 hahahah… 4 no cinema, MUITOS no netflix!

Categoria: Pessoal

_DSC0514-2
21. Comer comida japonesa 1 vez – Essa meta foi porque o namorado tava falando que queria comida japonesa há uns 5 meses… E finalmente, fomos! Já quero de novo, inclusive!

22. Conhecer 2 restaurantes(/cafés/hamburguerias/qualquer coisa do tipo) novos – Aqui roubei um tiquinho também porque já conhecia o primeiro, mas eu explico: Conheci um rodízio de pizza MARAVILHOSO numa padaria que eu já tinha tomado café 1 vez, mas nem sabia que tinha mais nada… E conheci uma pastelaria bem delícia na viagem! Hahahah

23. Hidratar o cabelo pelo menos 4 vezes – Falhei porque foram só 2, mas como cortei o cabelo no meio do caminho, não senti necessidade de mais!

24. Fazer as unhas das mãos pelo menos 4 vezes – ok!

25. Manter minha unha do pé bonitinha – Não dá. Unha do pé é uma coisa complexa demais pra mim.

26. Ir na Célia (cinesiologia) pelo menos 1 vez– Falhei e tô mal com isso… Mas qdo finalmente resolvi ir, ela entrou de férias.

27. Fazer 1 mandala, pelo menos – Fiiiiz o/

28. Tomar meus florais todos os dias, sem esquecer! – Eles não duraram mto tempo, mas ok!

29. Comprar um álbum para as fotos que revelei – Agora tenho mais 35 pra ir pro album e… nada de ter um album.

30. Explorar e estudar mais edição de fotos – Siiim! nos workshops que assisti aprendi bastante sobre!

31. Começar a montar um portfólio pra mim – Siim também! Inclusive, pode me seguir no meu instagram profissional por favor obrigada!

32. Fazer de noite uma to-do-list para o dia seguinte todos os dias de domingo a quinta – Fiquei com preguiça e fiz só nos dias que tinha muitas tarefas no dia seguinte.

33. Cumprir pelo menos 85% do meu to-do-list diário todos os dias – Motivos óbvios

34. Descobrir qual é a auto-escola mais próxima de casa ou da escola – Não só descobri, como pesquisei preços, me inscrevi e fiz psicotécnico antes do dia 19… Dia 21 fiz minha primeira aula!

35. Usar 3 roupas que estão paradas no armário e então resolver se vou mantê-las ou doá-las- Todas doadas!

36. Fazer 2 dos milhões de DIY que assisti no youtube – Fiz uma luminária e um cropped. o/

37. Tentar criar um DIY para postar no blog/canal – Desisti por motivos de ainda não sei como filmar.

38. Redecorar meu quarto! – Mudei de casa, então… A decoração ainda tá em processo, mas considero cortado esse item!

39. Comprar mais um livro do Markus Zusak – Falhei porque quando tinha dinheiro não achei quando achei não tinha dinheiro

40. Comprar um produto de quem faz! – Comprei velas artesanais lindíssimas e cheirosíssimas da Die Blume Velas Artesanais! Se eu fosse você iria conferir o trabalho dela, já que ela envia pra todo o Brasil…

Saldo: 23 completas || 11 em processo/falharam || 6 canceladas

É isso, pessoal! Espero que tenham gostado de ver todas as coisas que consegui fazer! Eu particularmente fiquei bastante feliz com o resultado e já estou ansiosa pra fazer minha nova listinha!

Bom, amanhã já é Natal e logo depois viajo, então não sei se falo com vocês antes do ano novo… Pra garantir, já desejo um natal incrível e um ano novo maravilhoso pra vocês! Aproveitem pra me contar: vocês realizaram suas metas para 2016? E quais são as pra 2017? Beijos, até mais!

11 Comentários
Tags: ,
21 11 2016

Uma semana em Delfinópolis -Pt 1

Delfinópolis

Dia 9 desse mês saí de casa no meio da tarde e fui pro sítio também conhecido como casa-do-namorado. De lá, saímos 01:00 da manhã com os pais dele e um amigo rumo à Delfinópolis, uma cidadezinha a mais ou menos 400km de Belo Horizonte. Foram umas 7 horas de carro (até chuva na estrada pegamos) e mais alguns minutos na balsa e finalmente chegamos ao nosso destino: a casa do Luiz, um amigo da família do namorado e que eu conheço desde pequena também.

Delfinópolis é uma cidade pequenininha, com não mais que 8 mil habitantes, e bem próxima à famosa Serra da Canastra. Assim que chegamos, enquanto ainda atravessávamos a represa na balsa, já fiquei encantada com a sensação de que dá pra ver o mundo ser redondo. Acho que tô muito acostumada com BH e a região metropolitana – por aqui, se não são os prédios que tampam a vista, são os morros. A foto da galinha guiando os pintinhos tá aqui porque achei eles absurdamente simpáticos e não consegui colocar em outro lugar do post.

_DSC0067
_DSC0101

Logo que chegamos, fomos recebidos pelo Luiz, a Vanessa e 9 cachorrinhos: a Mel, o Black e 7 filhotinhos da Mel que estavam completando 2 meses… Gente, é MUITO cachorrinho, MUITA fofura, MUITA vontade de esmagar! A Vanessa contou pra gente que a Mel teve 10 filhotinhos de uma vez, mas alguns dele já tinham sido doados. Ainda chegamos a tempo de vê-los devorar um filhote de capivara que a Mel caçou e trouxe pra eles! (Boatos de que tem uma Laura no meio desses doguinhos aí)  _DSC0085
_DSC0108
_DSC0383

Assim que chegamos fomos tomar café,  e até eu que não sou de comer muito de manhã me esbaldei nesse primeiro dia: leite recém tirado da vaca, suco de maracujá feito com maracujás de lá e sem aquela quantidade absurda de agrotóxicos, pão de queijo feito por eles, frutas de lá… Aquela cara bem de café da manhã da roça aqui em Minas mesmo! Fiquei boba com uma fruta que nunca tinha comido tirada do pé na hora e também sem os agrotóxicos todos: Morango! O gosto e a textura são bem diferentes. Achei esse tãaaao fofinho que tive que tirar uma foto antes de comer! O abacaxi, que é uma das minhas frutas favoritas, também tem um gosto super diferente e gostoso, amei!

_DSC0054

Pouco depois de tomar café, eu e João fomos armar a barraca que seria nossa “casa” por uma semana se a chuva não tivesse nos expulsado de lá antes – mas sobre a chuva eu falo depois. Estávamos todos muito cansados da viagem e o calor estava de matar… Ficamos a tarde inteira na varanda da casa com essa vista linda comendo, conversando, tomando uns banhos de ducha pra refrescar e esperando o sol abaixar um pouquinho pra ir pra represa… Quando voltamos, ainda deu tempo de pegar um pôr-do-Sol maravilhoso!

_DSC0005
_DSC0010
_DSC0025

No segundo dia fomos acordados bem cedo pelo Sol esquentando nossa barraca – Só aí descobrimos que não tínhamos escolhido um bom lugar, porque o ÚNICO Sol que pegava era o primeiro do dia, bem cedinho, quando queríamos dormir – mais tarde também descobrimos que tínhamos colocado o forro da barraca virado ao avesso, formando uma espécie de forno dentro dela hahahah… dos problemas de viajar pela primeira vez com uma barraca diferente. Foi mais um dia de muito calor, banhos de ducha, comidas gostosas… Depois do almoço fomos pra cidade fazer compras pra semana e conheci um pouquinho da cidade que tem bem cara de interior mesmo – pracinha, igreja, muitos bares, padaria. Pouco depois que voltamos pra casa, a chuva começou. E  não parou nunca mais.

_DSC0152
_DSC0182(Reparem que da varanda você vê lá longe… com a chuva, não dava pra ver nada!)

A chuva estragou alguns dos planos – de ir pra serra da canastra, em alguma cachoeira e tals. Os dias então foram de preguicinha, comendo muitas coisas gostosas, vendo filmes, amassando os cachorrinhos, conversando, jogando com a Beatriz e a Sofia, filhas do Luiz e da Vanessa – sempre adorei jogar adedanha, então achei ótimo! Também jogamos Quest que eu não conhecia, mas achei super legal. O João fez um hambúrguer deliciooooooso e eu fiz um doce com chocolate, sorvete e maracujá de lá que amei também! Aaah, e ainda no segundo dia esse gatinho FOFÍSSIMO chegou lá, muito assustado e sem nem conseguir comer… Eu e Sofia demos leite no conta gotas pra ele por dois dias e depois ele já começou a ficar melhor, conseguiu comer e começou a explorar toda a casa, hahah! Ele é tão filhote (está em cima de um tijolo na foto!) que não dá pra saber ainda se é macho ou fêmea, então ainda não tem nome.
_DSC0145
_DSC0196

Juro que tentei resumir pra caber tudo num post, mas querer resumir uma semana incrível em poucos parágrafos é demais, né? Sem contar nas muitas fotos que queria mostrar, então… Em breve volto pra contar um pouquinho mais sobre a viagem e mostrar mais fotos incríveis – minhas favoritas deixei pro final! Mas até lá, podem me contar o que acharam do post, das fotos, se gostam de viagens assim… Vocês já acamparam? Até agora, sempre fiquei no “quintal” – lá no sítio, em Chapada e agora em Delfinópolis, mas acho uma delícia! E alguém aí já ouviu falar em Delfinópolis? E na Serra da Canastra? Tem vontade de conhecer? Me contem!

14 Comentários
17 11 2016

Cheesecake com calda de maracujá

Cheesecake com calda de maracujá

Se você é como eu e adora um doce “azedinho”, já pode pegar papel e caneta pra anotar a lista de compras. Eu e João vimos uma promoção de cream cheese no supermercado perto de casa e comentamos que nunca tínhamos comido, não tínhamos ideia de como era o gosto. Aí a gente resolveu comprar pra fazer um cheesecake, simples assim. Hahahah.

Ou não tão simples: ficamos séculos tentando encontrar uma receita, não achávamos nenhuma com uma calda que fosse fácil de encontrar os ingredientes…  Aí resolvemos pegar uma receita qualquer e fazer uma calda de maracujá- uma amiga nossa tinha ensinado pra ele como fazer a pouco tempo e eu também tinha a receita por causa de um mousse de maracujá da minha tia. Não fazíamos ideia de qual seria o resultado, mas quando vimos a torta pronta ficamos torcendo pra que estivesse tão gostosa quanto estava bonita… E nos surpreendemos positivamente ♥

A massa é aquela de maisena que vocês já conhecem e que já virou nossa paixãozinha como eu disse no último post de receita, mas não se preocupe que tá bem explicadinho aí embaixo se você é novo por aqui. Se você também morre de curiosidade com o cream cheese: A gente chegou à conclusão de que é um requeijão com textura de iogurte grego, hahahahah… Pode assustar um pouco falando assim, mas misturando os ingredientes todos o gosto de requeijão é disfarçado e fica bem gostoso!

Cheesecake com calda de maracujá

Ingredientes

Ingredientes - Massa
-Massa
-1 pacote de biscoito de maisena
-100g de manteiga

Ingredientes - torta

– Recheio
-300g de cream cheese
-200g de creme de leite fresco
-1/2 xícara de chá de açúcar refinado
-1 colher de sopa de suco de limão
-1 colher de chá de raspas de limão
-6g de gelatina incolor/sem sabor

-Calda
– 2 maracujás
-4 colheres de sopa de açúcar
-200 ml de água

Modo de fazer

Torta-Massa
Pra fazer a massa é muito simples: É só triturar os biscoitos maisena no liquidificador, derreter a manteiga e, já na forma -de fundo removível, de preferência- misturar com a farinha de biscoitos amassando com a mão e cobrindo o fundo da forma até ficar firme. Levar no forno a 180ºc por 5-8 minutos e quando começar a dourar e ficar cheirosa, tirar pra esfriar ♥

-Recheio
Essa parte também não tem muito segredo: comece batendo o cream cheese com o açúcar na batedeira por uns 5 minutos aproximadamente.
Dissolva a gelatina em 30ml de água quente.
Depois, coloque o limão – o suco e as raspas – e a gelatina dissolvida já fria.
Bata o creme de leite fresco até virar chantili e acrescente na mistura. Continue batendo até incorporar tudo.
Despeje na forma em cima da massa e leve à geladeira por 4 horas.

-Calda de maracujá
  Só faça a calda quando a torta já tiver firmado. Retire a polpa do maracujá (com as sementes!) e coloque numa panela com a água e o açúcar. Em fogo baixo, mexa até que o açúcar se dissolva e então deixe até que a calda engrosse. Deixe esfriar e depois coloque por cima do cheesecake.
Torta

Eu de verdade sou apaixonada pela aparência que essa calda de maracujá dá a qualquer coisa que você colocar ela… Um simples mousse fica mil vezes mais linda, e nessa torta… não sei nem o que dizer! Fiquei impressionada com o quanto fica firme e cremosa a torta, é uma delícia a textura! O azedinho do limão com o maracujá também é maravilhoso! Essa torta é ótima pra galera que não gosta de doce tão doce, sabe?

E é isso! Super fácil a receita né? Me contem o que acharam nos comentários e, se fizerem, já sabem né? #AMeninadajanela no instagram pra eu ver as tortinhas de vocês ♥ Beijos, até mais!

4 Comentários
14 11 2016

TAG: Uma lista sobre o tempo

Uma lista sobre o tempo

Achei essa tag no Blog da Jaque e gostei tanto que resolvi responder… Como vocês sabem, esse é meu cantinho de compartilhar meu mundo com vocês, e achei essa uma forma gostosa. Peguei a TAG há tanto tempo que nem me lembro mais, mas pela data do post da Jaque faz mais de um ano. Acho importante dizer também que estou escrevendo esse post exatamente uma semana antes da data que ele será postado: É que daqui há dois dias eu viajo e só volto uma semana depois… não queria deixar o blog sem posts até lá e me deu um surto criativo, então aproveitei… E claro, como eu não sei viver sem colocar fotos nos meus posts, tem fotos de cada recorte de tempo pra vocês verem como era a Laurinha ao longo do tempo!

Uma lista sobre o tempo…

Uma lista sobre o tempo - 10 anos atrás

Há 10 anos atrás:

10 anos é muito tempo pra quem tem apenas 18, mas tentarei dizer as poucas coisas que me lembro.
1. Estava na segunda série da pior escola que já estudei.
2. Foi o ano que comecei a sentir vergonha de mim mesma e não entender nada direito – Era zoada pelos coleguinhas por “não ser cristã” (na época ainda me declarava espírita, mas eles não entendiam que o espiritismo também é uma religião cristã). Muitos não brincavam comigo porque “ela tem pacto com o demônio” e coisas do tipo. (E falar disso agora me fez lembrar de comentar que eu fiquei apaixonada pelo tema da redação do Enem no exato segundo que abri minha prova!)
Uma lista sobre o tempo - 5 anos atrás

Há 5 anos atrás:

1. Esse blog fez 1 ano. Na época o nome ainda era “I Just believe”.
2.  Resolvi que quero tatuar “Carpe diem” e o símbolo do infinito. Achava que seriam minhas primeiras tatuagens.
3. Estava em uma fase que eu engolia livros em um dia e começava o próximo. Saudades.
4. Entrei na S.A.G.A e fiz metade de um curso de designe gráfico que até hoje é uma das minhas paixõezinhas. Saí no ano seguinte pra fazer o cursinho pré-CEFET.
5. Estava no meu primeiro namoro mais “sério”, que durou 1 ano e 8 meses.
6. Passei mais tempo que nunca viajando nas férias de fim de ano: Fui pra Salvador, pra Cabo Frio, pra Poços de Caldas e pra São Paulo em 1 mês!
Uma lista sobre o tempo: 2 anos

Há 2 anos atrás:

1. Estava no meu primeiro ano do CEFET. Tinha estudado muito pra entrar então ainda estava muito animada.
2. Já tinha mudado o nome do blog pra “A Menina da Janela”. Percebi que “I Just Believe” não fazia sentido nenhum pra mim e mudei pra algo que é bem minha cara .
3. Já não conseguia ler quase nada. A correria do cursinho e depois do ensino médio+curso técnico tiraram todo o prazer que eu tinha em ler.
4. Fui há um show do Teatro Mágico ❤

Uma lista sobre o tempo: 1 ano atrás

Há 1 ano atrás:

1. Percebi que não gostava do meu curso no CEFET. Redes de computadores não é pra mim!
2. Fiz novos amigos e principalmente amigas muito especiais no CEFET participando do Grêmio e do CEFET das minas, um grupo feminista.
3. Comecei a me reencontrar – pelo menos é o que me parece- depois de anos destrutivos me escondendo e escondendo minhas crenças e meus gostos por medo e necessidade de aceitação.
4. Comecei a redescobrir meu estilo depois de alguns anos usando roupas da minha mãe ou iguais às dela.
5. Me envolvi – mais – com o feminismo.
6. Fui há um show do Suricato e 5 à seco! ❤ (vide fotinha com Suricato <3 )
7. Fui há um show da Ana Carolina ❤
8. Viajei pra Diamantina.

Ontem:

1. Acertei o tema da redação do Enem conversando com o motorista do Uber enquanto ia fazer a prova.
2. Fiquei com muita raiva da minha sandália que arrebentou enquanto eu caminhava do subway onde almocei pro meu local de prova.. Depois percebi que ficar com raiva não ia ajudar e comecei a rir da cena: eu andando arrastando a sandália pela rua/universidade hahah
3. Fiz o segundo dia da prova do Enem e AMEI o tema, amei a prova… Ao contrário do primeiro dia que eu tinha odiado.
4. Comi pizza com o João e minha mãe.

Hoje:

1. Acordei cedo porque o João tinha que ir embora cedo.
2. Tentei muitas vezes ligar pra uma clinica pra marcar um exame e sempre dava ocupado – o que me dá uma mistura de raiva e alívio, porque eu odeio falar no telefone e sempre preciso me preparar psicologicamente antes.
3. Selecionei algumas fotos pra revelar.
4. Escrevi e programei 3 posts ❤

Vou fazer no fim de semana:
Bom, vou estar viajando, então não faço ideia… Mas, provavelmente, vou fotografar MUUUUITO! E, claro, depois trago as fotos pra vocês!
 É isso! Me contem: gostaram da TAG? E de ver minhas fotos antigas? Se identificaram com alguma coisa por aqui?
Se alguém animar de responder a TAG, deixa aqui pra mim! Vou adorar ler ❤
7 Comentários
10 11 2016

Olhando pelo lado bom: Verão!

Olhando pelo lado bom: Verão!

Eu sou uma pessoa que não gosta de verão. Tenho pressão baixa e o calor me faz passar mal, me deixa mau humorada, sem vontade de botar a cara pra fora de casa. Sou bem daquelas pessoas rabugentas que reclama do calor no facebook e que fala que todo mundo fica muito mais estiloso no frio, sabe? Fazer o quê se amo um cappuccino quentinho, botas, cachecóis, cobertas e fogueira. Pra vocês terem ideia, estou escrevendo esse post debaixo das cobertas e soltando fogos de alegria pela chuva que trouxe o frio de volta pra BH. Mas esse post aqui não é pra falar mal do calor.

O grupo mais amor dessa blogesfera, também conhecido como Bloginspira, lançou uma interação com o tema “Verão” e logo toda a minha rabugentisse saiu da toca. Eu seria capaz de escrever um post enorme dizendo tudo o que não gosto no verão, mas resolvi acordar meu lado Pollyana e pensar nas melhores coisas que essa estação nos traz. Resolvi mostrar que o que as meninas do grupo sempre dizem sobre eu ser muito calma e “good vibes” na maoiria do tempo é verdade. Aproveitei e criei uma pasta chamada “Summer” no pinterest, pra colecionar imagens que vão me lembrar das partes felizes dessa estação mesmo quando o Sol estiver fazendo minha pressão e bom humor irem lá pra baixo… E de lá que saíram as fotos desse post!  Vamos então às coisas boas do verão?

Pra ver o lado bom do verão!

Verão - vestidos

-Vestidos e saias!
    Bom, eu AMO vestidos e saias… Tenho vários e confesso que é uma das coisas mais gostosas do verão: poder usar eles “sozinhos”. É claro, no inverno dá pra usar também com meia calça, bota, blusa de frio, cachecol… Mas não se compara à praticidade de colocar um vestido, uma rasteirinha e sair toda linda e saltitante por aí. Meus preferidos, tanto pra saia quanto pra vestidos, são os bem rodados e coloridos ❤

verão - sorvetes

-Sorvete!
    Ok, não é só no verão que a gente toma sorvete- eu, pelo menos, tomo mesmo debaixo de chuva, de frio, debaixo das cobertas. Sou daquelas que defende que tomar sorvete no frio é bom porque derrete mais devagar, sabe? Hahahah Amo sorvete e isso é totalmente independente da temperatura pra mim, mas vamos lá… no calor a sensação é muito mais gostosa né? Sem contar que o calor é a desculpa mais que perfeita pra tomar sorvete com muito mais frequência! E lógico, não só sorvete: nesse tópico podemos incluir também os milk-shakes, picolés, e, claro, aquele frappuccino delicioso que já ensinei a fazer aqui!

Verão - nadar!

-Nadar!
    Praia, piscina, cachoeira, rio, lagoa, até banho de mangueira vale! Quer coisa mais deliciosa que virar sereia e passar HOOOORAS dentro da água durante o verão? Pra quem, como eu, ama água, ama a sensação de relaxamento, ama o soninho que bate depois de ficar horas na água, o verão até tem seu lado bom que é só dele de verdade ❤

Verão - viagens

-Viagens!
    Mais um tópico que não é exclusividade do verão, mas… Pra quem está na escola, como eu, e pra quem está na faculdade, as férias de verão são bem maiores que as do meio do ano… E aí fica muito mais fácil viajar nessa época!❤ Seja uma viagem pra fora do país ou pra cidade do lado, seja uma viagem de um mês ou de um fim de semana… Quer coisa mais gostosa que pôr o pé na estrada e ir conhecer lugares novos?

agua

-É mais fácil beber água!
    Esse tópico pode parecer engraçado, mas é algo maravilhoso do verão: a gente sente mais vontade de beber água! Todo mundo tá cansado de saber que a gente precisa beber muita água, etc, etc… Mas nem sempre é fácil fazer isso né? No inverno então, nem se fala! Já no verão, principalmente se a gente mantém sempre uma garrafinha de água por perto, é tarefa fácil! Se for de 1L, mellhor ainda! Você precisa encher menos vezes, então dá menos preguicinha! Depois de ter tido a pedra nos rins ~e descobrir que tenho várias~ comecei a me esforçar mais pra beber água… e é absurdo o tanto que isso fica mais fácil com o calor! 

https://br.pinterest.com/laurarnolasco/summer/

-Sucos naturais!
    Mais um tópico meio “engraçado”, mas fala sério: Tem coisa melhor que uma limonada beem geladinha no calor? Ou um suco de laranja? No verão a gente tem mais vontade de tomar qualquer líquido, e é uma ótima oportunidade pra experimentar sucos diferentes! Quero muito fazer a famosa pink lemonade esse verão, e esses dias descobri que suco de laranja com morango é uma delíiiiicia! Na primeira foto ali também tem um suco de melancia, que deve ficar muito bom também! E qual o suco preferido de vocês? O mais diferente que já experimentaram? Me contem!

Bom, esses são alguns dos motivos que eu, amante do inverno, consegui reunir pra tentar enxergar o verão com outros olhos! Mesmo  depois dessa enxurrada de bom humor e de jogo do contente, se você é como eu, ainda tem vários motivos pra odiar o verão na cabeça, né? A linda da Clara reuniu vários deles num post sensacional lá do blog DeClara, corre lá pra conferir!

No fim das contas, achei ótimo fazer esse post e criar a pasta lá no pinterest: tentar pensar em coisas boas e não deixar o mau humor tomar conta de mim quando o calor chegar de verdade vai ser bem saudável, já que reclamar só piora tudo né? E vocês, me digam: gostam do verão e do calor? Qual a melhor coisa deles pra vocês? E qual a pior?

Bloginspira - Blogueiras: Interação e Inspiração

12 Comentários