08 06 2017

Como o Pinterest me ajuda a entender meu estilo

Definindo seu estilo com o Pinterest

Pra começar esse post, acho legal fazer uma espécie de linha do tempo e explicar um pouco do meu estilo, de criança até atualmente e, por fim, dar algumas dicas pra você que também quer descobrir seu estilo -ou um pouco mais sobre ele- nesse site tão incrível.
Lembro-me que desde pequena eu gostava de ganhar roupas, escolher roupas e etc. Pra minha festa de 8 anos fiz minha mãe e minha tia rodarem as lojas comigo porque eu queria uma saia específica, com uma bata de um jeito específico e uma bota. Assim. Já tinha o look na cabeça, blogueirinha desde cedo. Na época eu gostava muito de roupas num estilo mais hippie, vestidos e saias. Hoje vejo que não mudei muito, mas houve um intervalo grande aí no meio. (A foto é a que mais da pra ver esse “look”, mas achei fofa e quis mostrar hahahha)

Não sei exatamente com que idade, mas em algum momento entre meus 10 e 12 anos comecei a ser zoada na escola por muitos motivos: era porque minha mãe me levava na escola, por eu não ter o corpo parecido com da maioria das meninas- principalmente não ter peitos…. Agora já queria poder doar um pouquinho hahahah-, ser “nerd”, ter sido uma das primeiras da sala a menstruar (e as outras meninas descobriram e acharam nojento)… várias coisas que fizeram minha auto estima cair bastante. No meio disso tudo, eu só queria passar despercebida onde fosse e tentava, de um jeito ou de outro, “me encaixar”. Isso é um assunto que renderia um post enorme, mas resumindo: dos 10 aos 13 ou 14 anos eu usava roupas da minha mãe ou iguais às dela. Eram blusas de malha básicas, todas do mesmo modelo, só mudava a cor, e calça jeans ou bermuda, largas. Muito raramente, uma camiseta. Os poucos vestidos que ainda tinha usava apenas quando ia sair com minha mãe e tinha poucas chances de encontrar alguém da escola ou coisa do tipo.

Com o tempo – e com a ajuda dos blogs e discussões sobre bullying e auto estima e feminismo- percebi o quão sem sentido e triste era usar as roupas da minha mãe. Eu queria que minhas roupas fossem uma forma de me expressar, de mostrar ao mundo quem eu era. Mas isso aconteceu no meio da adolescência e no meio de um momento “Tá, mas quem sou eu mesmo?”. Aos poucos, fui comprando uma peça aqui, ganhando outra ali e comecei a voltar a usar saias, vestidos e coisas que sempre gostei. Mas, ainda assim, parecia algo incompleto, em processo, sabe?
Com um pouco mais de tempo, percebi que eu tinha várias peças que eu gostava – algumas modinhas , outras com estampas legais, outras eu realmente gostava do modelo- mas a maioria das coisas não faziam sentido juntas. E aí eu comecei a me questionar sobre meu estilo e, enfim, o Pinterest pode me ajudar.

COMO ENTENDER SEU ESTILO USANDO O PINTEREST

1- Crie uma pasta de inspirações de roupas

Definindo seu estilo com o Pinterest

Comecei criando uma pasta pra salvar looks, acessórios, peças e todas as coisas relacionadas à estilo que eu gosto, assim como tenho uma pasta para tudo que gosto: quartos, bullet journal, receitas, etc. Atualmente ele é um cantinho pra me inspirar na hora de montar looks ou escolher peças pra comprar, mesmo que no começo eu nem tivesse pensado nisso.
Pra começar, encha sua pasta de inspiração. Comece pesquisando algumas palavras chave, como por exemplo “look winter“, “Saia boho/hippie” e coisas do tipo- pesquisar em inglês ajuda! Pense na sua peça de roupa favorita e procure por alguma palavra relacionada a ela, ou a uma estação do ano/situação específica… Salve todos os looks que gostar! Com o tempo, a magia do Pinterest vai entender o que você gosta de ver e vai te indicar coisas parecidas! Salve inspirações por algum tempo – 1 semana, 1 mês, algo assim.

 2- Com uma pasta já cheia de inspiração, observe os padrões!

Definindo seu estilo com o Pinterest - looks verão

Aqui nós começamos a analisar as coisas que você salvou lá no passo 1: Quais são as cores que mais se repetem? E as peças? Que modelos de blusa? Tem muitos ou poucos vestidos? E calças? Você encaixaria esses looks em que estilo? Quais peças são muito presentes nesse estilo? Se faça todas essas perguntas e tente realmente anotar tudo o que se repete muito, as coisas que mais te chamam atenção em cada look…
No meu caso: Com esse “exercício”, percebi que sou uma pessoa muito sazonal. Eu AMO cores, estampas, tecidos leves (e crus!) e um estilo mais boho/hippie quando os looks são “de calor” – A maioria dos looks de verão que salvei são bem coloridos, cheios de acessórios, texturas. Nos pés, sempre uma rasteirinha preta ou caramelo.
Já no inverno, percebi o oposto: Todos os looks que mais me chamam atenção são bem simples, clássicos, com cores escuras, sem muitos acessórios. As botas de cano curto ou médio dominam 100% dos looks. A maioria tem cores lisas, casacos mais compridos – tipo sobretudo-, camisas, MUITO tricô e MUITOS cachecóis.
Viu como só observando  a pasta consegui descobrir muita coisa do meu estilo? 

Definindo seu estilo com o Pinterest - Looks inverno

Um cuidado que a gente tem que tomar: Muitas vezes vemos um look LINDO no Pinterest, super simples, super “gente como a gente”, e aí você resolve vestir algo parecido e… sem graça. O primeiro pensamento é “Aah, ok, não tenho estilo /banca/ auto confiança pra usar isso, não vai ficar legal em mim.” Mas temos que lembrar que o que vemos lá grande parte das vezes são fotos super produzidas, com a luz ideal, a pose, o lugar… E aí acabamos apaixonando pelo contexto inteiro. Então preste bastante atenção: você realmente gostou do look? Se a resposta ainda for sim e continuar “sem graça” em você, procure por looks parecidos, pense no que você pode adicionar ou tirar dali pra ficar mais divertido… Experimente!

3- Por fim, experimente!

Claro que só olhar mil fotos de roupas legais não vai fazer você aprender a usar roupas legais, né? O último passo – e mais trabalhoso – é experimentar. Comece com o que você já tem: Procure na sua pasta coisas iguais ou parecidas com o que você já tem e monte looks com essas peças. Tire tudo do guarda-roupas e pense em combinações diferentes do que você está acostumada – mantenha o estilo definido nos passos acima em mente. Aproveite pra desapegar das coisas que não fazem sentido pra você e pro seu estilo! Tem muito tempo que não usa uma peça? Acha que não tem nada a ver com o estilo que você quer seguir? Não serve tão bem mais? Você pode vender ou doar essas peças e assim abrir espaço pras coisas novas e que façam mais sentido pra você!
Depois, você pode escolher alguma peça que quer comprar da próxima vez que sobrar uma graninha, pedir de aniversário ou qualquer coisa do tipo! E a pasta vai servir como guia sempre que você precisar de algo novo, ajudando a pensar melhor suas escolhas de compras – elas combinam com suas outras roupas? E com seu estilo?- e não consumir de maneira tão compulsiva – só porque está na moda ou é uma peça bonita na vitrine.

Esses são os passos que têm me ajudado a entender melhor meu estilo! E você, já tentou fazer algo do tipo? Usa o Pinterest? Me segue lá? E me conte também se gostou do post e se vai seguir as minhas dicas, se quer mais posts sobre esse assunto por aqui – ops, estou devendo look do dia a anos? Sim. Tô tentando mudar, eu juro. Todas as fotos desse post foram retiradas da minha pasta “Style” por lá, caso você tenha gostado de algo e queira adicionar à sua pasta também!

 

6 Comentários

6 Comentários em "Como o Pinterest me ajuda a entender meu estilo"

  1. Taís diz:

    Aii, cada roupa linda <3
    Nunca usei o pinterest pra esse fim, mas parece uma ótima ideia. Eu nunca fui muito de ligar pra qual é o meu estilo, acredito que seja bem basico, normalmente uso cores neutras… mas de uns tempos pra cá tenho vontade de dar uma diferenciadas e apostar em outras cores e estilos. talvez o pinterest iria me ajudar bastante nessas inspirações!
    🙂

    [Reply]

  2. Oi, Laura!
    Grande dica. Tenho um board com o nome “a moda como eu vejo” e percebi que realmente ajuda na seleção das peças. Reduzi consideravelmente o consumo desenfreado nas grandes lojas.
    Espero que esse post venha alcançar muitas pessoas 😀

    [Reply]

  3. Amei seu post guria. E que bom que você se encontrou em meio a tudo isso. Eu acho que a roupa não faz o que somos e elas só são um reflexo, temos que nos sentir confortáveis nas roupas e não só seguir uma tendência do momento só pelo motivo banal de que todos fazem. Quando eu era pequena minha mãe queria me vestir de rosa hiponga, mas não era pra mim (minha mãe era e é hippie). Daí dos 8 aos 14 eu segui uma aparência (sim eu escolhia) emo, meio gótica, meio punk (gravatinha e tudo hahha) e com um que de grunge. Eu olhando fotos antigas acho estranho uma criança fofa vestida assim, mas eu era feliz hahahah (até tingi o cabelo de preto e abusava da chapinha) daí mais velha eu fui dando upgrade no meu estilo, mas basicamente uso as mesmas camisas de banda largas, flanelas largas, jaqueta de couro, tons escuros. Mas comecei a usar vestidos que eu gosto também (quando uso vestido eu gosto muito deles bohos/boêmios e as vezes aquela coisa mais vintage. Em resumo meu estilo continua o mesmo e eu nem sei qual o nome dele (meus amigos me chamam de hipster o que não é verdade pois não sigo tendência, vejo tendências e se elas me agradam eu posso agregar ao meu estilo).
    Poxa escrevi um baita texto, me desculpe, mas me empolguei hahaha
    P.s você era muito fofa quando criança <3

    [Reply]

  4. Claudia Hi diz:

    É uma pena que ainda nos dias atuais tenha tanta maldade. Até entendo que, no caso, a criança faça meio sem saber, mas acredito que seja muito a educação e o exemplo que ela recebeu/viu. Seria TÃÃÃOOO mais fácil se todos fossem bondosos, que pensassem mais no próximo… e gasta bem menos energia do que falar mal de outro ser humano.

    Adorei a dica Laura! Acho que é uma ótima maneira de descobrir seu estilo. Também adoro o estilo boho. Minha inspiração sempre foi a Mary Kate (das gêmeas Olsen). Mas gostava do estilo dela de 2004! rs Nossa já faz um tempão!

    [Reply]

  5. Graziela diz:

    Eu amei tanto esse post qe já salvei nos meus favoritos hehe.
    Eu comecei a fazer isso a um tempo, comecei a salva em uma pasta tudo que me chamava a atenção em relação a roupa e percebi que o pinterest começou a me mostra coisas que tenham haver com meu estilo e amei!! Só me falta fazer a parte da reflexão.bjus

    [Reply]

  6. Gostei demais e me identifiquei bastante com seu post em certo ponto! Quando eu era mais novinha, todas as minhas roupas eram feitas pela minha avó. Depois, fui ganhando/comprando e passando por várias fases, e eu sempre tinha um estilo bem diferente das minhas amigas, mas isso nunca me incomodou. O problema foi quando passei um perrengue financeiro quando tinha 15 anos e passei uns bons anos sem poder comprar quase nada e agora chegar num ponto foda: quase não tenho roupas e o que tenho, não serve porque perdi muito peso. O Pinterest tem me ajudado demais a encontrar meu estilo, comprar peças curinga e aproveitar o que eu tenho em casa de maneiras que nunca achei antes! 🙂

    [Reply]