24 09 2015

{Blogagem Coletiva} Minha parte florida ?

389617_436612949706757_1223608457_n

Da singela margarida à marcante rosa vermelha, meu olhar sabe ser todas as flores. Pode ter a tristeza da violeta que cresceu naquele pequeno vasinho da sala-de-estar e nunca viu o mundo lá fora. Talvez o mundo inteiro seja minha sala-de-estar. Em alguns dias não quer nada, é puro desinteresse. Talvez uma rosa meio rosa, meio amarela… não sabe o que quer, como quer, não sabe nem mesmo se quer alguma coisa… meio indiferente, sem sal, sem vontade de ser nada. Meio igual a todo mundo, normal demais. _DSC0356

Mas tenho também meus dias ensolarados. Um girassol todo sorridente buscando as boas energias, o alto astral, o calor humano… Tem dias que meu olhar é do mundo, sorri pra todos, faz amigos. Tem dias que meu olhar é tão sociável que meu sorriso decide sair para acompanhá-lo.

Tenho meus dias moleca. De sentar na grama e brincar com as crianças. Com os cachorros. Com os gatos. Com as nuvens ou comigo mesma. Com as outras pessoas que ainda não perderam a criança que mora dentro da gente e que aparece no meu olhar como um pequeno Pingo D’ouro. Porquê? Porque ele é tão pequeno, tão doce, e, bem… ele sempre esteve lá na minha infância.

Meu olhar bougainvillea aproveita tudo o que a vida lhe dá para ver mais longe: Os muros não são para ele barreiras, mas sim escadas para chegar mais alto. Ele sabe que as coisas costumam ser mais bonitas lá de cima… Meu olhar bougainvillea costuma aparecer sempre que resolvo ser Pollyana e jogar o jogo do Contente.

_DSC0358

Aah, e eu tenho meus momentos rosa vermelha… Aí eu quase que não respondo por mim. É delicado, quente, profundo, e sabe muito bem para quem aparecer… Pode ser até sutil, mas gosta mesmo é de quando chama atenção e se aproximam para sentir seu cheiro… Esse olhar sabe ser marcante, e até eu mesma me assusto com seu poder. Só tenho um olhar mais seletivo que a rosa vermelha. É que as vezes rosas vermelhas gostam de aparecer só para me lembrar de que existem… se exibem um pouquinho e daqui a pouco voltam pro meu jardim interior. Raro mesmo é alguém me conhecer o suficiente para me flagrar em um momento margarida. Esses raros momentos são quando me desarmo de todos os medos, todas as inseguranças. Esqueço, que seja por uma horinha ou duas, de toda a maldade do mundo, de todos os problemas. É quando me permito ficar assim, nua. Esses momentos não precisam de pano nenhum, nenhuma armadura, nem cercas… Nesses momentos podemos conversar sobre aquele ótimo filme ou sobre como as cores do dia estão lindas. Podemos falar de sonhos, de desejos ou não falar de nada, deixar nossas margaridas sozinhas conversarem e esquecerem que o mundo lá fora existe. _DSC0350

Mas os dias que eu mais gosto são os dias-de-olhos-dente-de-leão… basta um sopro e já estou voando por aí, perdida nos meus sonhos, totalmente livre. Talvez você esbarre com esse meu olhar quando eu estiver a sós com meus fones de ouvido no ônibus. Talvez você o veja durante uma conversa sobre fotografia ou viagens. Aliás, esses assuntos são quase que uma convocação para esse olhar. É meu olhar dente-de-leão que sabe que não importa que venha a calmaria, a rotina… um belo dia, quando eu menos esperar, virá uma brisa leve ou a ventania de agosto para tirar meus pés do chão de novo.

Esse post faz parte da blogagem coletiva do grupo Irmandade das blogueiras, e a proposta é falarmos sobre algo que gostamos muito em nós, pra levantar um pouco a auto-estima e fazer nós nos amarmos um pouco mais … Com o início da primavera ontem, achei o tema só amor ❤

_DSC0341

P.s.: Só pra mostrar minha primeira tattoo ❤ Ainda haverá posts sobre elas e muitas fotos, aguardem!

4 Comentários

4 Comentários em "{Blogagem Coletiva} Minha parte florida ?"

  1. Ane disse:

    Gostei do seu texto combinado com as fotos. É tão bom poder mostrar algo sobre nós que poucos estão atentos a ver.

    [Reply]

    Laura Reply:

    Siim! Muito obrigada!

    [Reply]

  2. Meu Deus, que post lindo!
    Estou encantada *o*

    [Reply]

    Laura Nolasco Reply:

    Ôh moça, muito obrigada! ❤

    [Reply]