lifestyle

5 de maio de 2021

Desde que escrevi o post comentando sobre os 10 anos de blog, bateu aquela nostalgia e parei pra pensar em todos os momentos que vivi depois de criar o blog e, consequentemente, no tanto que a blogosfera influenciou minhas escolhas e minha vida, num geral. 

Bom, claro que muito disso já faria parte da minha vida de qualquer forma, mas sei que me aproximei e me apaixonei mais por causa do blog. Afinal, o A Menina da Janela faz parte do meu cotidiano desde que eu tinha 12 anos e muita coisa aconteceu desde então, né?

A influência do blog na minha vida

Bom, já falei há uns anos atrás sobre coisas incríveis que o blog me trouxe, com as pessoas incríveis que conheci por aqui e muito mais, mas dessa vez escolhi falar sobre influências mais “profissionais”. Vamos lá?

Programação

O ano era 2011 e eu me achava super ninja personalizando meus temas pro blog e pro tumblr com HTML. Quem aí também viveu essa época? 

Se você está a mais tempo por aqui, talvez se lembre que no ensino médio eu fiz um curso técnico de redes de computadores no CEFET. Quando fui escolher o curso, eu estava na dúvida entre química e redes (oi? hahaha) mas depois acabei escolhendo a área de TI porque amava Internet e HTML e tudo o que eu sabia sobre a área. 

Ok, nem cheguei a me formar no curso e depois saí completamente da área (mais por culpa do esquemão massacrante dos colégios técnicos que qualquer outra coisa), mas é algo que eu realmente curto muito estudar e sempre tento me manter minimamente informada, pelo menos.  

Escrita 

Desde pequenininha, eu adorava escrever. Inclusive, tenho livrinhos que escrevi na infância e na última página ainda fazia um “sobre a autora” com meus dados, bem me achando hahahahah

Mas foi com o blog que eu comecei a mostrar pro mundo o que eu escrevo. No começo eu morria de vergonha e não deixava ninguém ver nada, quase morria quando surgia um comentário e custei a me acostumar com a ideia das pessoas saberem que eu tinha um blog. 

Home Office Letras

Com o tempo, isso se tornou mais natural pra mim (apesar de eu ter começado a evitar um pouco assuntos mais pessoais – o que ainda quero mudar um pouco). Quando fui entrar pra faculdade, meu plano inicial era o jornalismo, mas a faculdade de Letras sempre ficou ali como uma segunda opção. Ainda que não mantivesse o plano de “ser escritora ~quando crescesse~”, a única certeza que eu tinha era que tinha que ter alguma coisa a ver com a escrita. 

Fotografia

Eu nem sei bem quando comecei a fotografar com mais frequência, mas sei que foi pros posts do blog – se não me engano, em posts sobre livros que eu configurava o timer da câmera e corria pra posar como se estivesse lendo, hahahah

Desafio dos livros
Laurinha de 2014 no post de Desafio dos Livros <3

Foi pra melhorar as fotos do blog que eu comecei a estudar fotografia, e desde então não parei mais. Em 2018 me formei como fotógrafa profissional e sigo trabalhando na área (apesar da pausa por causa da pandemia, que estou aproveitando pra atualizar contratos, site, burocracias e etc hahah). Meu sonho ainda é trabalhar 100% só com fotografia. 

Edição

No começo do blog, eu falava sobre livros o tempo inteiro. Na época eu lia pelo menos 2 livros por mês e fazia uma espécie de resenha sobre cada um por aqui, além de responder várias tags literárias sempre. 

Inclusive, até hoje muitos bookstagrans me marcam quando respondem a tag 10 perguntas literárias, que eu respondi lá em 2014, acho o máximo hahah

Quando entrei na faculdade de Letras, eu fiquei meio perdida porque sabia que não queria ser professora (o que é o que a maioria pensa sobre o curso). Quando descobri a habilitação em Edição, eu fiquei MUITO empolgada com a ideia de trabalhar com livros/em editoras. 

Atualmente, depois de conhecer mais dos processos editoriais, eu fico ainda mais encantada cada vez que pego um livro e posso observar todos os detalhes, perceber os padrões de cada editora, namorar o livro como um produto mesmo. A minha crescente biblioteca de “livros bonitos” que o diga 😅

Marketing de conteúdo

Aqui chegou o momento que muita gente sensata torce o nariz, né? Hahahah

Quem está na blogosfera há mais tempo provavelmente se lembra do momento em que tudo começou a ser sobre SEO (otimização para mecanismos de busca), não é mesmo? De repente um tanto de gente parou de produzir conteúdos variados, pessoais e divertidos pra, basicamente, escrever conteúdo sobre como escrever conteúdo. 

Comecei a estudar sobre nessa época, trazendo algumas das técnicas e coisas que aprendi pra cá, mas nunca usei muito por aqui (só em conteúdos que acho mais relevantes e menos pessoais mesmo, que sei que podem ajudar outras pessoas se encontrados). 

Apesar da chatice envolvida no assunto até hoje e do incômodo com a forma que o marketing de conteúdo é tratado, é um assunto que eu gosto muito, que acabei fazendo cursos e, atualmente, trabalho com isso, como redatora e revisora de conteúdo pra web (de certa forma, tem bastante relação com o que estudo na Letras também). 

Bom, é isso! Se você também tem um blog, me conta aqui nos comentários quais são as principais influências dele na sua vida, se você conheceu algo através dele e se apaixonou?

Você também vai gostar

    Apps de edição de fotos mybest Brasil
    Os melhores apps pra edição de fotos
    Conheça a série de livros Amores Australianos, de Victoria Gomes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 Comments

  • carol justo

    eu amei muito esse post e fiquei chocada com sua versatilidade profissional, como assim vc estava em dúvida entre química e TI e depois cursou letras? hahaha
    eu amo essas jornadas, acho incrível quando a pessoa aproveita as oportunidades que a vida dá sem se prender a um padrão.. ❤️
    o seu blog é incrível e espero, do fundo do coração, que vc tenha muito mais conquistas por causa dele

    beijosss
    Carol Justo | Justo Eu?!

  • Maira Namba

    Aiii, eu lendo esse post me vi nele inteiramente! ahahahhaha eu também estou nesse mundo desde os 12 anos e eu super entendo as suas decisões, porque acho que muitas das minhas, o blog teve super influência! Eu sou designer né, então acho que isso já mostra bastante coisa ahahha

    Acho que as maiores influências foi a paixão por escrever, sempre tive diários e o blog era meu diário virtual né? E design, eu amo o que eu faço! e devo muito isso ao blog, por conta dos temas que eu fazia, gifs, banners, nossa, saudade!

    mas fico muito feliz que você hoje esteja bem e que continue usando o blog!

    Sobre tudo o que você falou, eu acho que realmente marketing de conteúdo, foi o que eu torci o nariz, confesso ahahaha mas de um jeito bom, eu concordo super que quem iniciou o blog há uns 10 anos atrás, era super diferente, mas realmente essa coisa de criar conteúdo para só engajar, não é muito a minha praia, mas não posso deixar de entender que o mundo mudou né e ai o blog foi o inicio de todo essa profissão de conteúdo! ahaha eu amei esse post!

  • Claudia Hi

    Nossa eu nunca parei pra pensar como ter um blog influencia a nossa vida e realmente, faz todo sentido Laura!

    E que legal que no seu caso acabou virando até uma carreira (ou duas, tem a fotografia né?! hehe)

  • Alê

    Laurinha (a íntima hahah), esse post me abraçou. Tive meu primeiro blog em 2002 e tenho zero nostalgia por essa época que tinha que colocar código html pra conseguir inserir uma foto no post ou mudar a cor do layout. Tinha que amar muito mesmo ter um blog. Naquela época era bem diarinho neh, tava muito longe de ser uma profissão. Quanto à escrita, segue sendo um hobby e meu plano inicial tb era jornalismo, mas a vida dá muitas voltas ahhahaha. E o jornalismo era uma vontade porque envolvia escrita e fotografia e olha só como a gente dá o nosso jeito. Agora estou esudando o tal marketing de conteúdo e marketing digital e concordo que há muita chatice envolvida. Mas pra trabalhar com fotografia, infelizmente temos que encarar isso neh? Beijos!

  • Stephanie Fereira

    Assino embaixo que aprendi tudo isso e muito mais nesses anos todos de blog. Mas não fiquei na fotografia, eu fiquei na programação e hoje trabalho com isso.

    É muito bacana que ter um blog por tantos anos nos abriu um leque de profissões incríveis né ♥